Barbados quer destituir rainha Elizabeth II do posto de chefe de Estado


Da CNN
16 de setembro de 2020 às 11:27

O governo de Barbados, país do Caribe, afirmou que quer destituir a rainha Elizabeth II do cargo de chefe de Estado para se tornar uma república. Esta decisão reacendeu a discussão que já foi abordada em 1998.

Mia Mottley, primeira-ministra do país, afirmou em documento que "chegou a hora de deixarmos totalmente nosso passado colonial para trás".

De acordo com integrantes do governo, o objetivo é concluir o processo de destituição a tempo do aniversário de Independência da Grã-Bretanha do país, que será em novembro de 2021.

Leia também:

Rainha Elizabeth II completa 25 mil dias no poder

Princesa Beatrice, neta da rainha Elizabeth II, se casa em cerimônia secreta

Escândalos e ‘Megxit’: o momento polêmico da família real britânica

A rainha Elizabeth da Inglaterra em anúncio de Páscoa

Barbados quer destituir rainha Elizabeth II do posto de chefe de Estado

Foto: Reprodução (11.abr.2020)

Uma ex-colônia britânica que conquistou a independência em 1966, Barbados é uma das ilhas mais populosas e prósperas do Caribe. No entanto, a rainha Elizabeth continua sendo a monarca constitucional.

O Palácio de Buckingham informou que o caso era assunto do povo de Barbados. O Ministério das Relações Exteriores do Reino Unido reiterou que a decisão caberia a Barbados.

(Com informações da Reuters)