Trump anuncia novas regras para reduzir o preço de medicamentos nos EUA

O presidente anunciou duas medidas que miram na redução de preços dos medicamentos nas farmácias e reafirmou vitória nas urnas

Luana Franzão*, da CNN, em São Paulo
20 de novembro de 2020 às 17:10 | Atualizado 20 de novembro de 2020 às 18:24


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse em pronunciamento à imprensa nesta sexta-feira (20) que irá protocolar duas novas legislações voltadas para a redução de preços de medicamentos no programa Medicare — sistema de seguros de saúde para idosos gerido pelo governo.

A primeira medida obriga gerentes terceirizados de benefícios farmacêuticos repassar os valores com os  descontos para idosos. A segunda pretende alinhar os preços pagos pelos Estados Unidos a medicamentos e insumos com aqueles que são pagos em outros países.

Em seu discurso, o presidente dos Estados Unidos voltou a afirmar que venceu as eleições presidenciais, ainda que o Partido Republicano tenha desistido de processos em diversos estados, como Michigan, e o fim da recontagem dos votos na Geórgia tenha reafirmado a vitória do democrata Joe Biden no estado.

"As farmacêuticas gastaram muito dinheiro nos anúncios contra mim nas eleições, que eu venci inclusive", disse. Ele também reafirmou que instituições como empresas farmacêuticas e a imprensa conspiraram contra sua vitória no pleito. 

Leia também:
Trump demite responsável por segurança cibernética que negou fraude eleitoral
Trump corteja os líderes republicanos em Michigan para tentar reverter derrota
Como Trump está tornando as coisas mais difíceis para Biden de propósito

Além disso, Trump também afirmou que pressionou farmacêuticas para a produção de vacinas contra a Covid-19. "A Pfizer e outras empresas não teriam uma vacina se não fosse por mim, se eu não tivesse as forçado". Ele declarou que está "lutando pelo povo americano" e que esta "não é uma tarefa fácil".

O republicano Donald Trump durante discurso na Casa Branca
Foto: CNN (05.nov.2020)

*sob supervisão de Leonardo Lellis