Após sinais de recuo, Trump volta a afirmar que venceu eleição presidencial

Donald Trump também reafirma acusações de fraude, desta vez na recontagem dos votos no estado da Geórgia

Luana Franzão*, da CNN, em São Paulo
16 de novembro de 2020 às 11:26 | Atualizado 16 de novembro de 2020 às 14:29
Donald Trump na Casa Branca
Foto: Carlos Barria/Reuters (5.nov.2020)

Após mais de uma semana depois de os principais veículos de imprensa americanos terem projetado a vitória de Joe Biden nas eleições presidenciais nos Estados Unidos, nesta segunda-feira (16) Donald Trump voltou a afirmar em rede social que foi o vencedor do pleito e fazer acusações de fraude, sem evidências, na recontagem dos votos no estado da Geórgia.

No Twitter, Trump fez uma publicação dizendo que "A recontagem falsa dos votos na Geórgia não significa nada pois não estão permitindo que as assinaturas nas cédulas sejam vistas e verificadas". Não há provas de que houve interferencia no processo de apuração nos estados da federação.

Publicação de Trump no Twitter em 16/11/2020
Foto: Reprodução/Twitter

 Ele afirma também, em segunda postagem que venceu as eleições.

Publicação de Trump no Twitter em 16/11/2020
Foto: Reprodução/Twitter

O atual presidente do país, que perdeu a reeleição nas urnas, alega fraude na contagem das cédulas. Ele afirma que representantes do Partido Republicano não tiveram acesso livre às zonas de apuração em estados cruciais, onde o adversário democrata venceu por uma margem pequena de diferença, como Pensilvânia e Geórgia.

Leia também:
Fraudes eleitorais nos Estados Unidos são extremamente raras; entenda
Para equipe de Biden, recontagem de votos na Geórgia não revela irregularidades
Apoiadores de Trump ocupam as ruas de Washington contra vitória de Biden
Campanha de Trump desiste de processo no Arizona após ampla margem de Biden

Após investigações em diversos estados, nenhuma fraude foi evidenciada. Em comunicado, altos funcionários da Agência de Segurança Cibernética e Infraestrutura dos Estados Unidos, órgão ligado ao Departamento de Segurança Interna do país, defenderam a lisura do processo eleitoral.

No domingo (15), Trump chegou a afirmar também no Twitter, meio utilizado frequentemente pelo presidente norte-americano, que Joe Biden havia vencido as eleições, reconhecendo pela primeira vez publicamente a derrota. Minutos depois, no entanto, o republicano voltou atrás, afirmando que ele "não reconhecia nada" e que "Biden venceu na mídia falsa".

*sob supervisão de André Rigue