Waack: Biden atribui vitória a 'espírito cívico' e 'espírito de Nação' dos EUA

Peso dado pelo democrata a esses dois pilares, o dever cívico e o espírito de comunidade, apontam o caminho que ele pretende seguir em sua administração

Da CNN
15 de dezembro de 2020 às 09:13

No quadro CNN Poder desta terça-feira (15), na CNN Rádio, William Waack analisa o discurso de Joe Biden, depois de o Colégio Eleitoral o confirmar como o próximo presidente dos Estados Unidos.

Biden foi confirmado pelo Colégio Eleitoral com 306 votos, foi uma vitória arrasadora. É mais do que o Trump conseguiu quatro anos atrás”, disse Waack.

“Ele fez um discurso com dois aspectos que valem a pena reiterar. O primeiro é a explicação de sua vitória, atribuída por Biden ao espírito cívico. É algo que foi muito importante no sistema democrático norte-americano e que foi se perdendo ao longo dos anos”, explicou. 

Assista e leia também:
Biden finalmente presidente e os rumos dos EUA para 2021
'É hora de virar a página e curar a nação', diz Biden em discurso inicial

“O outro ponto é mais problemático ainda. Quando fala do futuro, das tarefas que o esperam, ele fala do espírito de Nação. Nas últimas eleições dos EUA, desde Barack Obama, se nota a perda do que foi tão característico do sistema norte-americano, que é todo mundo acreditar que faz parte de uma coisa só”, disse o jornalista.

“Se a gente pensar no peso que ele deu ao dever cívico por um lado e do espírito de comunidade, a gente vê, pelo menos, um caminho apontado.”