FBI alerta sobre protestos armados em 50 capitais antes da posse de Biden

FBI afirma ter recebido informações indicando que protestos armados podem acontecer em todas as 50 capitais estaduais

Por Zachary Cohen e Whitney Wild, da CNN
11 de janeiro de 2021 às 19:50 | Atualizado 11 de janeiro de 2021 às 22:28

 


O FBI recebeu informações que indicam que “protestos armados” estão sendo planejados em todas as 50 capitais estaduais e no Capitólio dos Estados Unidos, em Washington, nos dias que antecedem a posse do presidente eleito, Joe Biden, em 20 de janeiro, de acordo com um boletim interno obtido pela CNN.

"Protestos armados estão sendo planejados em todas as 50 capitais estaduais de 16 de janeiro a pelo menos 20 de janeiro, e no Capitólio dos Estados Unidos de 17 a 20 de janeiro", diz o boletim.

Leia também:

A nove dias do fim do mandato, Trump declara Cuba financiadora do terrorismo

Prefeita de Washington pede que pessoas evitem capital na posse de Biden

Governo dos EUA tem 180 dias para compartilhar o que sabe sobre OVNIs

“Em 8 de janeiro, o FBI recebeu informações sobre um grupo identificado pedindo que outros se juntassem a eles na 'invasão' de tribunais do governo estadual, local e federal e prédios administrativos no caso de o presidente [Donald Trump] ser removido do cargo antes do Dia da Posse. Este grupo identificado também está planejando 'invadir' escritórios governamentais, incluindo no Distrito de Columbia e em todos os estados, independentemente de os estados terem certificado votos eleitorais para Biden ou Trump, em 20 de janeiro", completa o relatório. 

O boletim, que surgiu depois que manifestantes invadiram o Capitólio dos Estados Unidos na semana passada, também sugere que há ameaças de uma "revolta" se o presidente Trump for removido por meio da 25ª Emenda antes do dia da posse.

Além disso, o FBI está rastreando relatórios de “várias ameaças de prejudicar o presidente eleito Biden antes da posse presidencial”, afirma o boletim.

Destaques do CNN Brasil Business:

Varejo pós-auxílio emergencial: podemos esperar pelo pior?

CES 2021: Maior feira de tecnologia tenta mostrar que pode dar show na internet

DPVAT: Saiba por que o seguro não será cobrado neste ano

“Relatórios adicionais indicam ameaças contra a vice-presidente eleita Harris e a porta-voz Pelosi”, acrescenta.

A ABC News foi a primeiro a relatar o boletim do FBI.