Arnold Schwarzenegger compara invasão ao Capitólio com episódio nazista

Ex-governador da Califórnia disse ter visto o mesmo acontecer com os judeus na Europa durante o nazismo

Will Marinho, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

O ex-governador do estado da Califórnia e ator, Arnold Schwarzenegger comparou os ataques ao Congresso americano ocorridos na última quarta-feira(6) a “Noite dos Cristais Quebrados” na Alemanha nazista. O episódio ficou marcado na história como o dia que alemães nazistas invadiram e vandalizaram diversos templos, escolas e lojas judaicas. Estima que mais de 90 judeus tenham morrido neste dia.

Leia e assista também:
Homem mata três pessoas em série de tiroteios em Chicago
Pence não descarta 25ª Emenda para destituir Trump da presidência, diz fonte
Apple e Amazon suspendem Parler, rede social de apoiadores de Trump

“Quarta-feira foi o ‘Dia dos Cristais’ aqui nos Estados Unidos. O vidro quebrado estava nas janelas do Capitólio. Mas a multidão não destruiu apenas as janelas. Eles quebraram as ideias que considerávamos certas. Eles não apenas derrubaram as portas do prédio que abrigava a democracia americana, também pisotearam os próprios princípios sobre os quais nosso país foi fundado”, disse o ator em um vídeo postado na sua conta do Twitter.

O ator ainda ressaltou que Trump será conhecido como “um líder falho e o pior presidente da história”. Schwarzenegger que é austríaco, apontou também que como imigrante viu na Europa mesmo o que ocorreu nos Estados Unidos. “Tudo começou com mentiras e intolerância. Sendo da Europa, eu vi em primeira mão como as coisas podem sair do controle”, pontuou.

Sobre a invasão

O Capitólio dos Estados Unidos foi invadido na quarta-feira (6) por manifestantes que apoiam o presidente Donald Trump e rejeitam a vitória de Joe Biden na eleição presidencial.O Congresso americano,precisou entrar em recesso imediatamente em decorrência dos protestos. A sessão foi retomado horas depois garantindo a vitória de Biden

Durante a invasão uma mulher identificada como apoiadora de Trump e um policial morreram. Segundo balanço divulgado pelo chefe do Departamento de Polícia Metropolitana de Washington outras 52 pessoas foram presas por incidentes violentos.

Schwarzenegger disse que o "patriotismo deve ser ligado ao estado e não a um pre
Schwarzenegger disse que o “Trump falhou como lider”
Foto: Reprodução/Twitter

 

Mais Recentes da CNN