Arqueólogos descobrem construções de 8.500 anos nos Emirados Árabes

Edifícios são pelo menos 500 anos mais antigos do que aqueles já conhecidos no país

Arqueólogos descobrem edifícios de pelos menos 8.500 anos
Arqueólogos descobrem edifícios de pelos menos 8.500 anos Departamento de Cultura e Turismo de Abu Dhabi

Jeevan Ravindranda CNN

Ouvir notícia

Arqueólogos nos Emirados Árabes Unidos descobriram os edifícios mais antigos conhecidos do país, datando de pelo menos 8.500 anos.

Isto é mais de 500 anos mais antigo do que as descobertas anteriores, segundo o Departamento de Cultura e Turismo de Abu Dhabi, num comunicado de imprensa de quinta-feira.

Descobertos durante um programa arqueológico gerido pelo departamento, os edifícios estão localizados na ilha de Ghagha, a oeste da cidade de Abu Dhabi.

As estruturas que foram desenterradas são “simples salas redondas”, que têm paredes de pedra que ainda estão preservadas até uma altura de quase um metro (3,3 pés), diz o comunicado de imprensa.

A equipe afirmou na declaração que as estruturas eram “provavelmente casas para uma pequena comunidade que pode ter vivido na ilha durante todo o ano”.

As estruturas desvendadas pelos arqueólogos em Abu Dhabi / Departamento de Cultura e Turismo de Abu Dhabi

Eles acrescentaram que a descoberta mostrou a existência de povoações neolíticas antes do desenvolvimento de rotas de comércio marítimo de longa distância, sugerindo que estas não eram de fato o ímpeto para os povoamentos na área, como os arqueólogos tinham pensado anteriormente.

Centenas de artefatos também foram descobertos, entre eles “pontas de flechas de pedra finamente trabalhadas que teriam sido utilizadas para a caça”, e a equipe disse ser “provável que a comunidade também tenha utilizado os ricos recursos do mar”.

Embora os arqueólogos ainda estejam inseguros sobre quando o povoado esteve em uso, foi descoberto um corpo enterrado nas estruturas e datado de cerca de 5.000 anos – e é um dos poucos enterros conhecidos desta época nas ilhas de Abu Dhabi.

“As descobertas na ilha de Ghagha sublinham que as características de inovação, sustentabilidade e resiliência fazem parte do DNA dos habitantes desta região há milhares de anos”, disse Mohamed Al Mubarak, presidente do departamento.

O recorde anterior de edifícios mais antigos conhecidos nos EAU foi mantido pelos descobrimentos na ilha de Marawah, também ao largo da costa de Abu Dhabi, onde a pérola mais antiga do mundo foi encontrada em 2017.

A equipe disse que a nova descoberta sugeria que as ilhas de Abu Dhabi eram uma espécie de “costa fértil” em oposição a “árida e inóspita”, com colonos atraídos para as ilhas pelas “condições econômicas e ambientais locais”.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original

Mais Recentes da CNN