Ásia volta a enfrentar aumento de casos de Covid-19

Enquanto países como o Reino Unido e a França começam a voltar à normalidade, nações asiáticas sofrem para conter novos surtos por causa da variante Delta

Da CNN

Ouvir notícia

Quase dois anos após os primeiros relatos sobre a Covid-19, a Ásia, primeiro epicentro da pandemia, volta a enfrentar um aumento de casos e internações.

Enquanto países como o Reino Unido e a França começam a voltar à normalidade, nações asiáticas sofrem para conter novos surtos por causa da variante Delta do coronavírus.

Milhões de pessoas voltaram ao lockdown em países como a China, as Filipinas e a Indonésia.

No território chinês, cresce o registro de novas infecções, principalmente causadas pela variante Delta, originária da Índia.

O governo começou campanhas de testagem em massa e impôs restrições de circulação em grandes cidades, como a capital Pequim. O país já aplicou mais de um bilhão de doses de vacinas contra a Covid-19.

As Filipinas estão combatendo um dos maiores surtos de Covid-19 da Ásia com um aumento constante de contaminações nas últimas duas semanas. Foram registrados mais de 9.500 casos e cerca de 280 mortes. Os índices são os maiores desde abril e o governo teme um colapso do sistema de saúde.

No Camboja, autoridades de saúde começaram a aplicar a terceira dose de vacinas contra a Covid-19 em parte da população. O país do sudeste asiático usa imunizantes da AstraZeneca, além das vacinas chinesas da Sinovac, a Coronavac, e a da Sinopharm.

(Publicado por: André Rigue)

Mais Recentes da CNN