Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Vídeo: Ativistas vandalizam primeiro retrato oficial do rei Charles III

    Grupo defensor dos direitos dos animais acusa esquema RSPCA Assured de encobrir “a crueldade em escala industrial”

    Niamh KennedyLouis Mianda CNN

    Ativistas de um grupo de defesa dos direitos dos animais vandalizaram o primeiro retrato oficial do rei Charles III atualmente em exposição numa galeria de Londres.

    O grupo de campanha Animal Rising postou um vídeo em seus canais de mídia social nesta terça-feira (11) mostrando dois ativistas usando um rolo de pintura para colar dois cartazes sobre o retrato do monarca.

    O público pode visitar gratuitamente o retrato do monarca que está em exibição na galeria Philip Mold, no centro de Londres, até 15 de junho.

    A pintura, que é o primeiro retrato oficial do rei Charles como monarca, causou polêmica quando foi oficialmente revelada no início deste ano. O artista Jonathon Yeo retratou o rei contra um fundo de pinceladas vermelhas, provocando reações mistas.

    Os ativistas cobriram a cabeça do rei com uma placa do personagem de desenho animado britânico Wallace, da série de comédia “Wallace e Gromit”. Um balão de fala foi então colado na pintura com a seguinte legenda: “Sem risadinha, Gromit, veja toda essa crueldade nas fazendas da RSCPA”.

    A ação foi concebida para chamar a atenção para um relatório do grupo, divulgado no domingo (9), que descreveram como uma “investigação contundente” em 45 fazendas asseguradas pela instituição de caridade de bem-estar animal, a Sociedade Real para a Prevenção da Crueldade contra os Animais.

    No seu site, a Animal Rising descreve-se como uma organização não violenta, que faz campanha por uma “transição urgente para um sistema alimentar sustentável e justo baseado em plantas”, e afirma que o esquema RSPCA Assured encobre “a crueldade em escala industrial”.