Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Autoridades dos EUA oferecem recompensa de R$ 100 mil após golfinho ser baleado na praia

    Animal foi encontrado morto com várias marcas de tiros pelo corpo; polícia investiga o caso

    Autoridades dos EUA oferecem recompensa de R$ 100 mil após golfinho ser baleado na praia
    Autoridades dos EUA oferecem recompensa de R$ 100 mil após golfinho ser baleado na praia NOAA

    Amanda Musada CNN

    A Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos está oferecendo uma recompensa de até US$ 20.000 (cerca de R$ 100 mil) por informações sobre um golfinho que foi encontrado baleado várias vezes em uma praia da Louisiana, no mês passado.

    O corpo do animal foi localizado em 13 de março, na praia de West Mae, em Cameron Parish – cerca de quatro horas a oeste de Nova Orleans.

    O golfinho tinha “ferimentos por arma de fogo”, disse o Escritório de Aplicação da Lei da NOAA em um comunicado de imprensa nesta terça-feira (23).

    Uma necropsia conduzida pelo Audubon Nature Institute em Nova Orleans encontrou várias balas alojadas na carcaça do golfinho, “incluindo no cérebro, na medula espinhal e no coração do animal”, disse a NOAA.

    “O golfinho parece ter sofrifo um trauma, que ocorreu na hora ou perto do momento da morte”, afirmou NOAA.

    As autoridades estão buscando por informações que podem levar à identificação do suspeito.

    Assediar, prejudicar, matar ou alimentar golfinhos selvagens é proibido sob a Lei de Proteção de Mamíferos Marinhos dos Estados Unidos, de acordo com a NOAA.

    Os infratores podem ser processados nos âmbitos civis e crimais. Em caso de condenação, a pessoas pode enfrentar até US$ 100 mil (cerca de R$ 500 mil) em multas e até um ano de prisão.

    Este conteúdo foi criado originalmente em Internacional.

    versão original