Biden diz que é um “grande erro” ausência de China e Rússia na COP26

O presidente chinês, Xi Jinping, e o presidente russo, Vladimir Putin, não compareceram à cúpula do clima das Nações Unidas em Glasgow

UN Climate Change/Kiara Worth

Kate Sullivanda CNN

Ouvir notícia

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, criticou a China e a Rússia por não fazerem mais para enfrentar a crise climática. Biden participou de uma entrevista coletiva na COP26, Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas.

“Acho que foi um grande erro, francamente, para a China, os links para a China não aparecerem”, disse Biden em resposta a uma pergunta do jornalista da CNN, Phil Mattingly.

“O resto do mundo vai olhar para a China e dizer, ‘que valor agregado eles estão fornecendo?’ E eles perderam a capacidade de influenciar as pessoas ao redor do mundo e todas as pessoas aqui na COP, da mesma forma que eu argumentariam em relação à Rússia”, disse Biden.

O presidente chinês, Xi Jinping, e o presidente russo, Vladimir Putin, não compareceram à cúpula do clima das Nações Unidas em Glasgow, que é amplamente vista como a mais importante negociação internacional sobre o clima nos últimos anos.

Biden disse: “Nós comparecemos e, ao aparecer, tivemos um impacto profundo na maneira como acho que o resto do mundo está olhando para os Estados Unidos e seu papel de liderança”.

Falando mais amplamente sobre as relações com a China, Biden disse não estar preocupado com a ocorrência de um conflito armado. Ele disse que deixou claro para o presidente chinês em suas horas de conversa com ele que “isso é competição, não precisa ser conflito”.

“Não estou procurando, não prevejo que haverá uma necessidade de conflito físico”, disse Biden.

Este é um texto traduzido. Para ler o original em inglês, clique aqui.

Mais Recentes da CNN