Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bolsonaro deve se reunir com líder da ultradireita húngara após encontrar Putin

    A reunião deve acontecer em meio a um momento de extrema tensão na região, causado pela possibilidade de a Rússia atacar a Ucrânia

    Mathias Broteroda CNN

    De Paramaribo (Suriname)

    A agenda do presidente Jair Bolsonaro (PL) tem sido marcada por diferentes compromissos internacionais no início de 2022. Se em janeiro Bolsonaro tem voltado as atenções a encontros na América do Sul, em fevereiro ele deve migrar para o Velho Mundo.

    Há uma previsão de que Bolsonaro participe de um encontro oficial com Vladmir Putin, a convite do presidente da Rússia, no dia 16 de fevereiro, em Moscou, segundo apurou a CNN junto a interlocutores do governo federal.

    A reunião acontece em meio a um momento de extrema tensão na região, causado pela possibilidade de a Rússia atacar a Ucrânia.

    Ainda de acordo com fontes do governo, na quarta-feira (17 de fevereiro), a expectativa é de que o presidente brasileiro siga a Budapeste, na Hungria, onde deve participar de um encontro oficial com o primeiro-ministro, Viktor Orbán, líder da extrema-direita húngara.

    O encontro com premiê húngaro está previsto para acontecer pouco mais de um mês e meio antes das eleições no país. Viktor Orbán é candidato à reeleição.

    Questionados sobre os encontros, o Palácio do Planalto e o Ministério das Relações Exteriores não se posicionaram até a publicação desta reportagem.