Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Brasil irá discutir acordo entre Vietnã e Mercosul, diz Lula

    Presidente brasileiro recebeu o primeiro-ministro do Vietnã, Pham Mihn Chinh, no Palácio Itamaraty, nesta segunda-feira (25); foram assinados acordos de cooperação nas áreas de agricultura, educação, defesa, cultura

    Fernanda Pinottida CNN

    em São Paulo

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse, nesta segunda-feira (25), que vai discutir a possibilidade de um acordo comercial entre Vietnã e Mercosul com os outros países membros do bloco econômico, do qual o Brasil ocupa a presidência neste ano.

    “É do nosso interesse aproximar o Mercosul da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean). Os países do sudeste asiático correspondem a quase 6,5% do PIB mundial em paridade de poder de compra”, disse o presidente.

    Lula se encontrou com o primeiro-ministro do Vietnã, Pham Mihn Chinh, nesta segunda-feira (25), no Palácio Itamaraty. Os dois chefes de Estado assinaram acordos de cooperação nas áreas de agricultura, educação, defesa, cultura.

    Segundo Lula, o fluxo de comércio entre os dois países atualmente é de US$ 6,8 bilhões. Ele disse achar “plenamente possível” atingir a meta de US$ 10 bilhões até 2030.

    “O Vietnã é o sexto maior mercado de produtos do agronegócio brasileiro. Queremos expandir esse fluxo, e também diversificá-lo, com mais produtos de alto valor agregado”, acrescentou o presidente.

    “Somos dois países do sul global, comprometidos com a paz, o multilateralismo, o desenvolvimento sustentável, o combate à fome e à pobreza”, disse Lula. “Todo mundo sabe o desempenho que o Brasil faz há muito tempo para uma governança mais ativa, representativa e com mais poder decisório, sobretudo quando se trata de conflitos ou da questão climática.”

    O presidente brasileiro também agradeceu o “apoio público e reiterado do Vietnã ao pleito do Brasil para um assento no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

    Além disso, Lula disse que aceitou o convite do primeiro-ministro Pham Mihn Chinh para visitar Hanói, a capital do Vietnã, em comemoração aos 35 anos de relações entre os dois países.

    No encontro desta segunda, Lula estava utilizando máscara. A proteção será usada por recomendação médica até a data da cirurgia que fará no quadril, marcada para sexta-feira (29).

    Acordos assinados entre Brasil e Vietnã

    • Agricultura: Plano de ação para avançar na abertura do mercado vietnamita para novos produtos agropecuários brasileiros.
    • Educação: Acordo que possibilita a mobilidade de estudantes entre os dois países.
    • Defesa: Memorando de entendimento para abrir caminho para a exportação de produtos de defesa, como aeronaves. Além de uma comissão conjunta de ciência e tecnologia, para fomentar iniciativas conjuntas em inovação, inteligência artificial e startups.