Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Carregamento dos EUA para segurança na Ucrânia chega à Europa nas próximas 24 horas

    Outras 14 nações também estão fornecendo ajuda que os EUA estão coordenando

    Tanque militar ucraniano próximo da escadaria Potenkin, no centro de Odessa, na Ucrânia, após operação militar russa em 24 de fevereiro de 2022
    Tanque militar ucraniano próximo da escadaria Potenkin, no centro de Odessa, na Ucrânia, após operação militar russa em 24 de fevereiro de 2022 Stringer/Anadolu Agency via Getty Images

    Ellie Kaufmanda CNN

    Um carregamento de assistência de segurança dos Estados Unidos para a Ucrânia chegará à Europa nas próximas 24 horas, disse um alto funcionário de defesa dos EUA nesta sexta-feira (11).

    “Vamos continuar a enviar recursos para a Ucrânia o mais rápido e o máximo que pudermos”, afirmou o funcionário. “Os EUA também estão trabalhando para coordenar o envio de remessas de assistência de segurança de outras nações que contribuem para a Ucrânia”, acrescentou.

    “Não somos apenas nós. Outras 14 nações também estão fornecendo – em base bilateral – recursos para a Ucrânia. Estamos ajudando a coordenar isso”, disse o funcionário.

    Segundo o funcionário, o país trabalha para conseguir o que o país estaria precisando mais. “Em grande parte agora, defesa aérea e antiblindagem em termos de munições”, acrescentou o funcionário.

    Contra um, contra todos

    Também nesta sexta, a vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, chamou o compromisso dos Estados Unidos de defender os membros da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) de “couraçado” em comentários durante sua viagem ao Leste Europeu. Couraçado ou encouraçado é uma estrutura blindada, impenetrável, resistente.

    “Levamos muito a sério nosso papel e as relações que temos dentro da aliança da Otan”, disse Harris em entrevista coletiva conjunta com o presidente romeno Klaus Iohannis. “Levamos a sério e estamos preparados para agir de acordo com as palavras que falamos quando dizemos que um ataque contra um é um ataque contra todos.”

    “Estamos firmes em nosso compromisso”, ela continuou. “Quando digo e repetimos repetidamente, o presidente Joe Biden diz: ‘Defenderemos cada centímetro do território da Otan.”

    A vice-presidente americana disse que responder à invasão russa da Ucrânia significa reafirmar o compromisso da Otan. “Temos certeza de que o trabalho a ser feito em resposta à guerra de Vladimir Putin inclui permanecer forte dentro da aliança para apoiar as necessidades de nossos parceiros”, disse ela.