Casa Branca apoia movimento da Finlândia e da Suécia de adesão à Otan

Declaração foi feita nesta quinta-feira (12) pela porta-voz Jen Psaki

Secretária de Imprensa da Casa Branca, Jen Psaki
Secretária de Imprensa da Casa Branca, Jen Psaki 04/03/2022REUTERS/Evelyn Hockstein

Trevor HunnicuttSteve Hollandda Reuters

Ouvir notícia

A Casa Branca disse nesta quinta-feira (12) que apoiará qualquer movimento da Finlândia e da Suécia para se juntar à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) em reação à invasão da Ucrânia pela Rússia.

“Apoiamos um pedido da Otan pela Finlândia e/ou Suécia se eles se candidatarem. Respeitaremos qualquer decisão que eles tomem”, disse a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki.

Na manhã desta quinta-feira, o presidente e a primeira-ministra da Finlândia anunciaram seu apoio à adesão do país à Otan movendo a nação nórdica, que compartilha uma fronteira de 1.300 km com a Rússia, um passo mais perto da adesão à aliança militar liderada pelos Estados Unidos.

Espera-se também que a Suécia, vizinha da Finlândia a oeste, anuncie em breve sua intenção de ingressar na aliança por meio de um processo semelhante.

Na quarta-feira (11), o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou novos pactos de segurança com a Finlândia e a Suécia, prometendo ajudar qualquer um dos países se um deles for atacado.

A Rússia alertou os dois países contra a adesão à Otan, dizendo que haveria consequências.

 

 

Mais Recentes da CNN