Casa Branca defende Kamala Harris em meio a críticas e diz que vice é parceira

CNN informou que os principais assessores do presidente Biden criticaram a vice-presidente e sua equipe

Aliados da vice-presidente afirmam que ela está sendo deixada de lado
Aliados da vice-presidente afirmam que ela está sendo deixada de lado Lucas Jackson/Reuters

Jasmine WrightKate Sullivanda CNN*

Ouvir notícia

A Casa Branca defendeu nesta segunda-feira (15) a vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, afirmando que ela é uma “parceira-chave” do presidente Joe Biden após a CNN reportar que os principais assessores do presidente estão exasperados com o que consideram uma disfunção arraigada e falta de foco de Harris e sua equipe, enquanto muitos do círculo da vice-presidente acreditam que ela está sendo posta de lado.

“O presidente escolheu a vice-presidente para servir como sua companheira de chapa porque sentiu que ela era exatamente a pessoa que ele queria ter ao seu lado para governar o país”, disse a secretária de imprensa da Casa Branca, Jen Psaki, a repórteres durante uma entrevista coletiva na Casa Branca.

“Ela é uma parceira importante, uma líder ousada e alguém que assumiu atribuições incrivelmente importantes, seja abordar as raízes da migração no Triângulo Norte ou assumir uma causa central de democracia, pelo direito ao voto”, prosseguiu Psaki

“Há muitos relatos por aí, e eles não refletem a visão do presidente ou nossa experiência com a vice-presidente”, disse Psaki.

A CNN noticiou no domingo (14) que os principais assessores do presidente desistiram de Harris e sua equipe, decidindo que simplesmente não há tempo para lidar com eles agora, especialmente em um momento em que Biden enfrenta uma rápida multiplicação de preocupações políticas e legislativas.

Ao mesmo tempo, muitos no círculo da vice-presidente estão furiosos porque Harris não está sendo adequadamente preparada ou posicionada, e a própria vice-presidente disse a vários confidentes que se sente limitada em relação ao que pode fazer politicamente.

Psaki se recusou a opinar sobre uma possível candidatura futura de Harris à indicação democrata para a presidência. Harris poderia estar a apenas um ano de lançar uma campanha presidencial, devido às dúvidas em todo o mundo político de que Biden realmente terá uma candidatura à reeleição em 2024, algo com que ele se comprometeu a fazer pública e privadamente.

“Eu sei que a presidente confia na vice-presidente para seus conselhos. Ela é alguém que está assumindo questões desafiadoras, ela não está procurando um papel confortável aqui”, disse Psaki, sem negar as reportagens  da CNN diretamente quando questionada se ela ouviu que há uma infelicidade por parte da vice-presidente ou entre os membros-chave de sua equipe.

Psaki acrescentou que o presidente está ansioso para ver Harris na estrada esta semana, divulgando o projeto de infraestrutura bipartidário que Biden deve assinar nesta segunda-feira.

Os apoiadores de Harris lamentaram sua falta de visibilidade e de oportunidades para elencar os sucessos do governo.

“Ela é uma mensageira maravilhosa. Mas é preciso ser claro, conciso e consistente”, disse Donna Brazile, uma consultora externa frequente de Harris, anteriormente à CNN. “Deixe-a sair”.

*(Texto traduzido. Clique aqui para ler o original, em inglês)

Mais Recentes da CNN