Centenas de imigrantes deixam Belarus em voo com destino ao Iraque

Autoridades do aeroporto de Minsk disseram em um comunicado que um Boeing 747-400 decolou com 415 adultos com destino à cidade de Erbil

Imigrantes se reúnem na fronteira entre Balarus e a Polônia, em 11 de novembro 2021
Imigrantes se reúnem na fronteira entre Balarus e a Polônia, em 11 de novembro 2021 Ramil Nasibulin/BelTA/Divulgação via REUTERS

Tom BalmforthGleb Stolyarovda Reuters

Ouvir notícia

Mais de 400 migrantes que viajaram para Belarus para cruzar a fronteira com a União Europeia (UE) voltaram para casa neste sábado (4) em um avião da Iraqi Airways com destino à cidade de Erbil, ao norte do Iraque, informou o aeroporto de Minsk.

Na última quinta-feira, a UE impôs sanções a Belarus após acusá-la de transportar imigrantes, principalmente do Oriente Médio, e os forçar a cruzar ilegalmente a fronteira polonesa para incitar uma crise – algo que Minsk nega.

As autoridades do aeroporto de Minsk disseram em um comunicado que um Boeing 747-400 transportaria 415 adultos e quatro crianças no sábado para Erbil, capital da região autônoma curda do Iraque.

Posteriormente, o site do aeroporto informou que o voo já havia decolado.

Os iraquianos que fugiram em busca de oportunidades econômicas e, em alguns casos, de asilo político começaram a retornar ao seu país no mês passado, sem conseguir entrar na UE por uma rota que os contrabandistas prometeram que iria funcionar.

A Rússia, que apoiou o governo do presidente de Belarus, Alexander Lukashenko, durante protestos no ano passado, criticou neste sábado as novas sanções da UE como ilegais e disse que a questão deveria ser resolvida por meio do diálogo.

Mais Recentes da CNN