China inclui estudos sobre o ‘pensamento de Xi Jinping’ no currículo escolar nacional

Segundo o Ministério da Educação chinês, as reflexões do presidente sobre o socialismo com características da nova era serão ensinadas da escola primária até a universidade

O presidente da China, Xi Jinping
O presidente da China, Xi Jinping REUTERS

David Stanwayda Reuters

Ouvir notícia

A China incorporará o “Pensamento de Xi Jinping” em seu currículo escolar nacional para ajudar a “estabelecer a crença marxista” na juventude do país, disse o Ministério da Educação da China em novas diretrizes publicadas nesta terça-feira (24).

O Ministério da Educação disse que o “pensamento do presidente chinês Xi Jinping sobre o socialismo com características chinesas na nova era” será ensinado desde a escola primária até a universidade.

A medida visa fortalecer “a determinação de ouvir e seguir o Partido” e os novos materiais de ensino devem “cultivar sentimentos patrióticos”, afirmam as diretrizes.

Desde que assumiu o poder em 2012, o presidente chinês tem procurado fortalecer o papel do Partido Comunista Chinês em todas as áreas da sociedade, incluindo negócios, escolas e instituições culturais.

“O pensamento de Xi Jinping sobre o socialismo com características chinesas para uma nova era” foi formalmente consagrado na constituição do país em 2018.

O poder pessoal de Xi também foi fortalecido pela abolição dos limites de mandato presidencial.

Em um discurso para marcar o centenário do Partido Comunista, que foi celebrado em julho, Xi prometeu “melhorar” a liderança do Partido, defender sua própria liderança “central” e fortalecer a unidade do povo chinês.

(Reportagem de David Stanway; edição por Jane Wardell)

Mais Recentes da CNN