China já aplicou mais de 22 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19

A China pretende vacinar 50 milhões de pessoas contra o novo coronavírus antes do Ano Novo Lunar em fevereiro

Foto: Adriana Toffetti/A7 Press/Estadão Conteúdo (26.jan.2021)

Da Reuters

Ouvir notícia

 

A China já administrou cerca de 22,8 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19, disse uma autoridade sanitária nesta quarta-feira (27), enquanto o país intensifica sua campanha antes do feriado do Ano Novo Lunar do mês que vem e da consequente enxurrada de viagens.

A nação mais populosa do mundo ampliou seu esquema de inoculação direcionada desde meados de dezembro para incluir mais grupos prioritários que enfrentam maior risco de exposição ao vírus, em uma tentativa de prevenir qualquer surto no inverno e na primavera.

 

“No geral, o trabalho está progredindo de maneira suave e ordenada”, disse Zeng Yixin, vice-diretor da Comissão Nacional de Saúde, em uma entrevista coletiva, referindo-se ao esforço de vacinação.

A China pretende vacinar 50 milhões de pessoas antes do Ano Novo Lunar em fevereiro, informou a mídia estatal Global Times neste mês.

O esquema de vacina em todo o país agora prioriza grupos essenciais, como trabalhadores em serviços médicos, de transporte e alimentação, funcionários e estudantes que vão para o exterior. Os idosos e outros terão que esperar.

No entanto, o distrito de Chaoyang na capital, Pequim, já começou a dar vacinas para cidadãos fora de grupos essenciais.

Algumas comunidades no distrito de Dongcheng disseram que os residentes com idades entre 18 e 59 podem se inscrever para vacinação, desde que não tenham condições médicas que possam tornar a vacinação inadequada. Mas eles não disseram quando as doses estariam disponíveis. 

Mais Recentes da CNN