Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    China não é adversária, mas apresenta sérios desafios à Otan, diz Stoltenberg

    Secretário-geral da aliança cita o aumento substancial das forças chinesas, incluindo o desenvolvimento de armas nucleares, como um ponto de atenção

    O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg
    O secretário-geral da Otan, Jens Stoltenberg Denis Doyle/Getty Images

    Sabine SieboldRobin Emmottda Reuters

    Ouvir notícia

    A China não é adversária da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), mas representa sérios desafios à aliança, afirmou o secretário-geral do grupo, Jens Stoltenberg, nesta quarta-feira (29).

    Desde a terça-feira (28), os 30 estados-membros da Otan estão reunidos em Madri, na Espanha, para discutir questões de segurança na Europa em meio à invasão da Ucrânia pelas forças russas.

    A também aliança discute sobre a crescente influência da China na política mundial.

    “Enfrentamos agora uma era de competição estratégica. A China está aumentando substancialmente suas forças, inclusive em armas nucleares, intimidando seus vizinhos, incluindo Taiwan”, disse Stoltenberg.

    “A China não é nossa adversária, mas devemos estar atentos aos sérios desafios que ela representa.”

     

    Mais Recentes da CNN