Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Combate urbano diante de população hostil será difícil para Rússia, diz especialista

    À CNN, o professor Eugenio Diniz disse que tropas russas devem tentar diminuir capacidade de resistência ucraniana

    Soldados são vistos atrás de pilhas de areia usadas para bloquear uma estrada na capital ucraniana, Kiev, em meio a ataques russos em 01 de março de 2022
    Soldados são vistos atrás de pilhas de areia usadas para bloquear uma estrada na capital ucraniana, Kiev, em meio a ataques russos em 01 de março de 2022 Aytac Unal/Anadolu Agency via Getty Images

    Amanda GarciaJoyce Murasakida CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    Há a expectativa de que as tropas russas invadam a capital ucraniana Kiev nos próximos dias. Imagens do comboio do exército com tanques enfileirados rumo à cidade já foram registradas.

    No entanto, para o professor da PUC Minas e Diretor-Executivo da Synopsis Inteligência Estratégia Diplomacia, Eugenio Diniz, embora isso seja “um sinal de força considerável, não é inimaginável, frequentemente uma divisão militar pode ocupar esse espaço, na medida em que seja necessário deixar uma margem e não ficar restrito o movimento”.

    O especialista pondera que, para saber o impacto dessa força em Kiev, dependerá de como ela chegará lá. “Possivelmente vai cercar a capital para dificultar a resistência”.

    “Um combate urbano diante de população hostil é muito difícil, custoso, para uma força adentrando uma cidade sem ser bem-vinda”, disse.

    Ele explicou que, como a população conhece o território, “há muitas oportunidades para emboscadas, esconderijos, e isso exige atividade intensa em termos de pessoal, para tentar neutralizar essa posição, caso se pretenda efetivamente ocupar a cidade”.

    Na opinião do professor, “para o presidente russo Vladimir Putin, não tomar Kiev vai parecer um fracasso muito grande, para ele é muito importante inclusive simbolicamente”.

    Por outro lado para os ucranianos, ”atrasar a tomada de Kiev tem efeito motivador, mostra capacidade de bloquear as forças russas”.

    Mais Recentes da CNN