Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Combates em Donetsk e Tavria continuam, dizem Forças Armadas da Ucrânia

    Tropas russas continuam a consolidar suas posições ocupadas, reagrupar e se preparar para operações ofensivas nas áreas de Zolota Dolyna e Kreminna

    Imagem de danos causados a um prédio residencial após ataques russos em Donetsk, no leste da Ucrânia
    Imagem de danos causados a um prédio residencial após ataques russos em Donetsk, no leste da Ucrânia Leon Klein/Anadolu Agency via Getty Images

    Katharina Krebsda CNN

    em Londres

    Ouvir notícia

    Os combates continuaram nas regiões do leste ucraniano de Donetsk e Tavriya, de acordo com um comunicado das Forças Armadas da Ucrânia publicado no Facebook na sexta-feira (22).

    Aqui estão os detalhes fornecidos na declaração sobre como a luta está se desenrolando no terreno:

    • Tropas russas realizaram operações de assalto na direção da cidade de Sloviansk;
    • As tropas russas continuam a consolidar suas posições ocupadas, reagrupar e se preparar para operações ofensivas nas áreas de Zolota Dolyna e Kreminna;
    • As forças russas fortaleceram suas tropas movendo unidades individuais do 41º Exército -Geral do Distrito Militar Central do território da Federação Russa;
    • Eles também realizaram operações de assalto na região de Popasna e na direção do assentamento de Novotoshkivske e estabeleceram uma base no assentamento de Stepne;
    • Nas áreas de Avdiivka e Kurakhiv, as forças russas tentaram realizar operações de assalto, mas não tiveram sucesso;
    • As tropas russas também continuaram a lançar ataques aéreos em Mariupol e restringir as unidades ucranianas na área da fábrica de Azovstal;
    • Na região de Zaporizhzhia, as forças russas realizaram operações de assalto na direção do assentamento de Zelene Pole.

    De acordo com Pavlo Kyrylenko, governador da região de Donetsk, 79 moradores da cidade sitiada de Mariupol foram retirados com segurança para Zaproizhzhia na quinta-feira (21), acrescentando que quase 100 mil moradores de Mariupol já chegaram a Zaporizhzhia.

    Relembre a guerra

    A segunda fase da invasão russa da Ucrânia – uma ofensiva na região leste de Donbass – está em andamento. A questão é se essa será mais bem-sucedida e competente do que a fase um, e se a Ucrânia terá tropas e armas suficientes para impedir ou mesmo bloqueá-la.

    O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, disse na terça-feira (19) que a operação em Donbass é “um momento muito importante de toda essa operação especial”.

    O objetivo russo é claro e publicamente declarado: garantir as regiões orientais da Ucrânia de Donetsk e Luhansk – partes das quais os separatistas apoiados pela Rússia controlam desde 2014. Um segundo objetivo é esmagar o que sobrou da resistência na cidade portuária de Mariupol para consolidar uma ponte terrestre ligando a região russa de Rostov à Criméia, que a Rússia tomou da Ucrânia há oito anos.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original

    Mais Recentes da CNN