Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Companhias aéreas cancelam 2 mil voos nos EUA por tempestade de inverno

    Interrupções nos voos ocorrem em meio a tempestade ártica que atinge grande parte dos Estados Unidos neste sábado (24), causando quedas de energia e acidentes em estradas

    Por Kanishka Singh, da Reuters

    Empresas aéreas cancelaram aproximadamente 2 mil voos nos Estados Unidos até a manhã deste sábado (24), após uma forte tempestade de inverno prejudicar as operações de aeroportos no país e frustrar planos de milhares de viajantes.

    Os voos atrasados, para dentro ou fora dos EUA, totalizavam cerca de 4 mil na manhã deste sábado, de acordo com o site de rastreamento FlightAware.

    O site mostrou que o total de cancelamentos nos EUA estava em torno de 2 mil. Os cancelamentos de voos na manhã deste sábado incluíram mais de 450 da Southwest Airlines e quase 400 da Delta Air Lines.

    As interrupções nos voos ocorrem em meio a tempestade ártica que atinge grande parte dos Estados Unidos neste sábado, causando quedas de energia e acidentes em estradas.

    O declínio das temperaturas deve produzir a véspera de Natal mais fria já registrada em várias cidades norte-americanas, da Pensilvânia à Geórgia.

    As temperaturas estão previstas para alcançar neste sábado até -13ºC em Pittsburgh, superando a máxima mais fria de todos os tempos para uma véspera de Natal, estabelecida em 1983, de -10ºC, disse o serviço de meteorologia do país.

    As tempestades de inverno têm aumentado em frequência e intensidade ao longo dos últimos 70 anos, segundo o Programa de Pesquisa de Mudanças Globais dos EUA.

    Isso se deve em parte às mudanças climáticas, de acordo com o Fundo de Defesa Ambiental, porque o planeta evapora mais água na atmosfera à medida que ela aquece, levando a mais precipitação geral.

    Na sexta-feira, os cancelamentos de voos nos EUA somaram 5.936 voos, de acordo com a FlightAware.

    “O aumento do volume de tráfego aéreo e o clima de inverno afetando a metade norte dos EUA ainda podem causar atrasos nas viagens de férias”, disse a Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês) neste sábado.