Conheça os brasileiros que entraram para a lista dos 100 mais influentes da Time

LÍder indígena Sônia Guajajara e pesquisador Tulio de Oliveira integram a prestigiada lista da revista norte-americana

Lucas Rochada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

A líder indígena Sônia Guajajara e o pesquisador Tulio de Oliveira são os dois brasileiros que entraram para a lista das 100 pessoas mais influentes de 2022 da revista norte-americana Time.

A relação das personalidades, divulgada nesta segunda-feira (23), também inclui nomes como Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia; Dmitry Muratov, jornalista russo e Nobel da Paz em 2021, Ketanji Brown Jackson, a primeira mulher negra nomeada para a Suprema Corte dos Estados Unidos, e as jogadoras de futebol dos EUA, Megan Rapinoe, Becky Sauerbrunn e Alex Morgan.

Em publicação no Twitter, Sônia destacou a importância da nomeação para os povos indígenas. A ativista, que atua junto à Articulação dos Povos Indígenas do Brasil, luta pela proteção das terras indígenas no país.

“O reconhecimento da Revista Time que me elege entre as 100 personalidades mais influentes de todo o mundo é um reconhecimento da luta indígena global, que é coletiva e defende o futuro de toda a humanidade. Demarcação Já! Viva os povos indígenas do Brasil!”, disse a ativista.

Diretor do Centro de Resposta e Inovação Epidemiológica da África do Sul, o pesquisador Tulio de Oliveira, atua na vigilância epidemiológica da Covid-19 no país africano. O especialista fez parte do grupo de pesquisa envolvido no sequenciamento que levou à detecção da variante Ômicron no país em novembro de 2021.

“É uma enorme honra estar com uma Líder e ativista indígena, Sônia Guajajara, na lista dos 100 mais influentes da revista Time. Vamos trabalhar para um Brasil melhor que respeite a ciência, a vida, a população indígena e a natureza”, destacou o pesquisador Tulio de Oliveira, também em publicação no Twitter.

Destaques

A lista da revista Time considera pessoas que representam influência, sem distinguir entre aspectos positivos ou negativos. As personalidades estão distribuídas em categorias que incluem: artistas, inovadores, titãs, líderes, ícones e pioneiros.

Entre os líderes, figuram nomes como o do presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, que enfrenta uma guerra após a invasão do país pela Rússia em fevereiro, e da primeira mulher negra nomeada para a Suprema Corte dos Estados Unidos, Ketanji Brown Jackson.

Na categoria de titãs, estão as jogadoras de futebol dos Estados Unidos Megan Rapinoe, Becky Sauerbrunn e Alex Morgan, que batalham pela igualdade salarial entre homens e mulheres no esporte.

O jornalista russo e Nobel da Paz em 2021 Dmitry Muratov aparece entre os ícones nomeados pela Time este ano. A categoria também traz nomes como Adele, Keanu Reeves e Rafael Nadal.

Mais Recentes da CNN