Conselheiros do FDA recomendam vacina da Pfizer para crianças de 5 a 11 anos

Cerca de 28 milhões de menores nesta faixa etária podem receber imunizante nas próximas semanas

Meg WagnerMelissa MahtaniMelissa MacayaVeronica Rochada CNN

Ouvir notícia

Os consultores de vacinas da Food and Drug Administration (FDA), agência de fármacos e alimentos dos Estados Unidos, votaram nesta terça-feira (26) para recomendar a autorização de uso emergencial da vacina da Pfizer contra Covid-19 em crianças de 5 a 11 anos.

Os membros do Comitê Consultivo de Vacinas e Produtos Biológicos Relacionados da FDA concordaram que os benefícios da vacinação de crianças mais novas parecem compensar os riscos, mas alguns se mostraram preocupados em votar para vacinar uma grande população de crianças mais novas com base em estudos de algumas milhares.

“É reconfortante para mim que estamos dando uma dose menor”, disse o Dr. Paul Offit, especialista em vacinas do Hospital Infantil da Filadélfia. Para esta faixa etária, a Pfizer reduziu a dose para um terço da aplicada em adultos.

“Estou apenas preocupado com o fato de que, se dissermos sim, os estados irão exigir a vacina para crianças irem à escola e eu não concordo com isso”, disse o Dr. Cody Meissner, professor de pediatria da Universidade Tufts Escola de Medicina. “Acho que seria um erro neste momento”.

Mas a Dra. Amanda Cohn, do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos, lembrou ao comitê que crianças também morreram de Covid-19. De acordo com o CDC, mais de 700 crianças menores de 18 anos vieram à óbito em decorrência do vírus. “Não queremos crianças morrendo de Covid”, disse ela. “E não queremos filhos na UTI.”

O FDA disse que, na maioria dos cenários projetados, os benefícios da vacinação de crianças mais novas superam quaisquer riscos e a Pfizer disse que os testes clínicos mostraram que a vacina é mais de 90% eficaz na prevenção de infecções sintomáticas em crianças.

Agora, o FDA levará o voto do comitê em consideração e então tomará a decisão final sobre autorização. Em seguida, o comitê consultivo independente do CDC se reunirá nos dias 2 e 3 de novembro e votará sobre a recomendação da vacina para essa faixa etária.

Finalmente, a Diretora do CDC, Dra. Rochelle Walensky, decidirá se aceita ou modifica a recomendação do comitê. Assim que Walensky decidir, as crianças mais novas podem começar a tomar o imunizante.

O governo federal dos Estados Unidos tem um plano em vigor para a distribuição de vacinas de menor porte em consultórios de pediatras, farmácias e outros locais em todo o país.

(Texto traduzido. Clique aqui para ler o original em inglês)

Mais Recentes da CNN