Contra passaporte vacinal, caminhoneiros do Canadá bloqueiam ponte com os EUA

Primeiro-ministro Justin Trudeau busca solução para impasse em encontro com parlamentares de oposição

Caminhoneiros bloqueiam ponte que liga Canadá e Estados Unidos
Caminhoneiros bloqueiam ponte que liga Canadá e Estados Unidos 07/02/2022 Macomb County Scanner/Divulgação via REUTERS

David Ljunggrenda Reuters

Ouvir notícia

Caminhoneiros do Canadá bloquearam nesta terça-feira (8) a passagem mais movimentada do país com os Estados Unidos, enquanto o primeiro-ministro Justin Trudeau se preparava para discutir a crescente crise com parlamentares.

 

Os motoristas exigem o fim da obrigatoriedade da vacina contra Covid-19 para o tráfego transfronteiriço. Eles chegaram pela primeira vez à capital canadense, Ottawa, em 28 de janeiro, e foram tomando o centro da cidade.

À medida em que a polícia começou a retomar o controle da região, os manifestantes –muitos dos quais exigem que Trudeau renuncie– mudaram seu foco para a Ponte Ambassador, que liga as cidades de Detroit (Estados Unidos) e Windsor (Canadá). Caminhões começaram a bloquear o tráfego na segunda-feira (7), e a ponte foi fechada em ambas as direções, segundo o governo canadense.

 

O Canadá exporta 75% de suas mercadorias para os Estados Unidos, e os caminhões desempenham um papel crucial. “Fomos mandados aqui para enviar uma mensagem, e ela não está sendo transmitida”, disse o porta-voz do protesto de Ottawa, Tom Marazzo, na noite de segunda-feira.

 

Trudeau, que passou dez dias em isolamento após pegar Covid-19, retornaria à Câmara ainda nesta terça-feira para dialogar com os parlamentares de oposição. Eles exigem que o país faça mais para acabar com o que chamam de “humilhação nacional”. O governo diz que as forças policiais devem restaurar a ordem.

Mais Recentes da CNN