Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Defesa ucraniana afirma que território sofreu 80 ataques nesta terça-feira

    Ministério da Defesa da Ucrânia responsabiliza as autodeclaradas repúblicas pró-russas de Luhansk e Donetsk pelas ações

    Tim Listerda CNN em Kiev

    O Ministério da Defesa da Ucrânia diz que até as 21h, hora local na Ucrânia, territórios sob controle ucraniano foram atacados 80 vezes pelas autodeclaradas repúblicas pró-russas de Luhansk e Donetsk.

    A informação vem da última declaração do Ministério da Defesa sobre as violações do cessar-fogo no leste da Ucrânia. Dos 80 incidentes, 58 envolveram armas proibidas pelos acordos de Minsk, que estipulam que armas pesadas não devem estar a menos de 50 quilômetros (cerca de 31 milhas) das linhas de frente.

    Na terça-feira, o presidente russo Vladimir Putin afirmou que os Acordos de Minsk “não existem mais”, acrescentando: “O que há para implementar se reconhecemos essas duas entidades?”

    O Ministério da Defesa registrou 84 violações do cessar-fogo na segunda-feira. Como parte dos ataques de terça-feira, o Ministério da Defesa ucraniano disse que um soldado foi morto e outros seis ficaram feridos.

    De acordo com o ministério, a cidade de Shchastya – perto de Luhansk – sofreu alguns dos bombardeios mais pesados.

    O ministério passou a acusar os separatistas apoiados pela Rússia de implantar armas pesadas “dentro dos assentamentos para provocar os defensores ucranianos a devolverem o fogo”.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original