Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Detalhes vazados sobre o trem de luxo secreto de Putin expõem a “paranoia” do líder russo

    Vagões construídos supostamente para o líder russo incluem academia equipada, salão de beleza e spa, casa de banho com sauna turca e cúpulas com antenas de comunicação avançada, para que ele possa se movimentar sem ser rastreado

    Estas são imagens do trem de Putin obtidas em sites de observadores de trens russos amadores. O trem é pintado para se parecer com um trem comum da Russian Railways. Mas, de acordo com o Dossier Center, é identificável pelo uso de duas locomotivas TEP70BS e pelas cúpulas de antena brancas em um ou dois dos vagões
    Estas são imagens do trem de Putin obtidas em sites de observadores de trens russos amadores. O trem é pintado para se parecer com um trem comum da Russian Railways. Mas, de acordo com o Dossier Center, é identificável pelo uso de duas locomotivas TEP70BS e pelas cúpulas de antena brancas em um ou dois dos vagões CNN

    Matthew ChanceMick Kreverda CNN*

    O dia 5 de agosto de 2022 foi um dia como muitos outros na Ucrânia. O amanhecer revelou a devastação de uma noite de bombardeio russo. Os ataques russos a um bairro residencial de Mykolaiv naquela manhã trouxeram “destruição significativa”, disse o governador da região na época, ferindo pelo menos 10 pessoas.

    Naquele mesmo dia, em Moscou, os burocratas do gabinete do presidente Vladimir Putin estavam preocupados com uma questão muito distante da brutal guerra na Ucrânia.

    “A Administração de Transportes recebeu um apelo”, escreveu um funcionário do Kremlin, “sobre a necessidade de instalar equipamentos de ginástica Hoist HD-3800 e Hoist HD-3200 em vez de Abductor-Standard e Abductor-Technogym no vagão de saúde esportiva nº 021-78630”.

    Documentos vazados recentemente sugerem que o “vagão de saúde esportiva” é usado por ninguém menos que o próprio Putin.

    Notavelmente pouco se sabe sobre a vida privada de Putin. Sua imagem pública é tratada cuidadosamente, como ficou evidente desde o motim de curta duração de Yevgeny Prigozhin, do grupo mercenário Wagner.

    Mas um tesouro de documentos e fotografias obtidos exclusivamente pelo grupo de investigação russa com sede em Londres, o Dossier Center, e compartilhado com a CNN, Süddeutsche Zeitung e as emissoras públicas alemãs NDR e WDR, revela detalhes que o Kremlin esconde da vista do público e até que ponto vai a paranoia de Putin para criar uma existência enclausurada.

    O Dossier Center é apoiado por Mikhail Khodorkovsky, um ex-magnata do petróleo russo exilado que se tornou crítico do Kremlin.

    O fato de Putin usar um trem é bem conhecido. O próprio Kremlin divulgou imagens de reuniões realizadas a bordo, em uma sala de reuniões ricamente decorada. O conteúdo dos outros 20 vagões do trem, no entanto, tem sido um segredo de estado bem guardado.

    O trem tem um vagão-academia, um vagão para massagem e cuidados com a pele, e um vagão que funciona como spa, sauna e banheiro / CNN

    O Dossier Center diz que os documentos vazados vieram de um informante de dentro da Zircon Service, uma empresa russa encarregada pela Russian Railways, a operadora ferroviária estatal, que equipa os vagões destinados ao escritório do presidente russo.

    Entre as partes do trem detalhadas está o carro número 021-78630. Um folheto brilhante feito pela própria Zircon mostra uma luxuosa academia e spa sobre rodas projetado para Putin, diz o Dossier Center.

    Vagão onde supostamente funciona a academia de Putin / CNN

    O vagão foi concluído em 2018. Na época em que as fotos foram tiradas, ele estava equipado com pesos e equipamentos de resistência Technogym fabricados na Itália – mais tarde substituídos, ao que parece, por máquinas Hoist feitas por uma empresa com sede nos Estados Unidos.

    Pela porta, mais abaixo no vagão, um centro de cosmetologia completo mobiliado com uma mesa de massagem e todo tipo de equipamento de beleza de ponta – incluindo, de acordo com o documento vazado, uma máquina de radiofrequência usada para realçar a firmeza da pele. A própria sala, sugerem documentos do Dossier Center, é equipada para ajudar a evitar o uso de aparelhos de escuta.

    Vagão onde funciona o salão de beleza e massagem de Putin, segundo o documento vazado / CNN

    Finalmente, uma casa de banho coberta de azulejos que apresenta uma sauna no estilo banho turco completo e ducha.

    Vagão com a casa de banho com sauna e ducha que supostamente seria de Putin / CNN

    Entre os documentos obtidos pelo Dossier Center estão cartas vinculando o equipamento dos vagões, incluindo o vagão-academia, diretamente aos funcionários dos níveis mais altos da administração de Putin.

    O Kremlin nega categoricamente as descobertas do Dossier Center, dizendo à CNN: “O presidente Putin não tem vagões desses em seu uso ou em sua propriedade”. A CNN também procurou a Zircon Service e a Russian Railways para comentar, mas não obteve resposta.

    No dia 2 de novembro de 2018, foi realizada reunião para avaliar os trabalhos a serem realizados no vagão-academia, nº 021-78630. A ata dessa reunião, também obtida pelo Dossier Center, mostra que, além de executivos da Zircon Service e da Russian Railways, estiveram presentes 10 funcionários do Federal Security Service (FSO), órgão encarregado de proteger o presidente russo.

    Dezenas de contratos de manutenção vazaram para o Dossier Center, alguns dos quais listam o número do vagão-academia nº 021-78630, dizendo que qualquer trabalho nos vagões deve ser coordenado com o FSO.

    Em 2020, um funcionário do alto escalão da Russian Railways, Dmitry Pegov, escreveu ao vice-diretor do FSO, Oleg Klimentiev, implorando para que ele revisasse as propostas que havia enviado para os alojamentos a serem construídos em dois vagões.

    “Até o momento, a aprovação de qualquer uma das opções não foi recebida do FSO, o que não nos permite iniciar o processo de conclusão do contrato e iniciar a construção dos vagões”, escreveu Pegov. “Peço a você, querido Oleg Ateistovich, que reveja os conceitos propostos e nos informe sobre a decisão tomada”.

    A CNN pediu um retorno para Pegov e Klimentiev para comentar, mas não obteve sucesso.

    Imagens de sites de observadores de trens amadores russos parecem mostrar o trem de Putin. De acordo com o Dossier Center, é identificável pelo uso de duas locomotivas TEP70BS e pelas cúpulas brancas com antenas em um ou dois dos vagões / CNN

    De acordo com um ex-engenheiro e capitão do FSO, Gleb Karakulov, que desertou do país no ano passado e foi entrevistado pelo Dossier Center sob extremo sigilo, Putin tem se voltado cada vez mais para viagens de trem como forma de evitar ser rastreado.

    “O avião, assim que decola, cruza imediatamente o radar de voo”, disse Karakulov na entrevista, gravada em dezembro passado. “O trem é usado para esconder de alguma forma esses movimentos”.

    Karakulov disse que começou a trabalhar no trem, instalando equipamentos de comunicação, por volta de 2014. Ele passou a ser usado com muito mais frequência, segundo seu relato, no segundo semestre de 2021, quando a Rússia se preparava para sua invasão em grande escala da Ucrânia.

    De acordo com Karakulov, desde o início da guerra o trem de Putin passou um tempo considerável estacionado perto de Valdai, uma remota região russa entre Moscou e São Petersburgo. Putin mantém uma grande residência na área, conhecida por seu bucólico lago e florestas.

    “Nossos funcionários estavam em quarentena especificamente para este trem especial”, disse Karakulov ao Dossier Center. “Desde o início da guerra, os caras disseram que partiram para algum lugar na direção de Valdai por 40 ou até 45 dias. Talvez não haja partida de trem em um horário específico, mas as pessoas estão sempre prontas”.

    A privacidade, porém, não tem sido total. A vulnerabilidade veio na forma de observadores de trens amadores.

    Outra imagem de um site amador russo de observadores de trens parece mostrar o trem de Putin. Eles dizem que o trem não aparece nos horários ou nos sistemas da Russian Railways / CNN

    “Há um trem fantasma nas ferrovias de nosso país”, escreveu um observador de trens ao lado de uma imagem do que parece ser o trem de Putin que ele postou no rutrain.com. “Não está nos horários ou nos sistemas ferroviários russos”.

    Eles foram capazes de identificar o trem em parte pelo uso de duas locomotivas e em parte por um recurso identificado no folheto feito pela Zircon Service. Uma cúpula branca característica, que o Dossier Center disse conter antenas de comunicações avançadas, pode ser vista em um dos vagões.

    As cúpulas não aparecem nos trens russos comuns. Mas elas eram visíveis em um vídeo oficial divulgado pelo Kremlin em 2019, em um vagão de um trem especialmente fretado da Russian Railways, enquanto Putin passava pela recém-construída ponte Kerch entre a Rússia continental e a Crimeia ocupada.

    É pela imagem dessas cúpulas que sabemos que o trem de Putin carrega as marcas externas comuns de um trem russo. Ele foi visto – e fotografado – repetidamente ao longo dos anos por observadores de trens amadores.

    Cúpulas brancas de comunicação: contém antenas de comunicações avançadas, de acordo com o Dossier Center / CNN

    Tentar entender a mentalidade de Putin é um assunto inerentemente especulativo. O melhor que se pode fazer é recorrer a quem conviveu com ele. Abbas Gallyamov está entre eles, tendo servido por anos como um dos redatores de discursos de Putin.

    “Acho que seu sentimento de insegurança política o levou a se sentir cada vez mais fisicamente inseguro”, disse Gallyamov de Israel, onde vive agora. “Tem muita gente que é muito próxima dele e que está escolhendo essa insegurança para vantagem própria, por ele, olha, tem ameaça aqui, ameaça aqui, ameaça aqui”.

    A “paranoia”, como Gallyamov a descreve, fez com que o líder russo construísse cada vez mais muros ao seu redor.

    “Ele está perdendo a guerra, está perdendo na política, está perdendo em popularidade”, diz Gallyamov. “Ele está conseguindo cada vez mais inimigos, cometendo cada vez mais crimes. Ele sente que está cercado por inimigos. E psicologicamente ele quer se sentir protegido contra todas essas coisas”.

    Fotos – Imagens mostram a destruição da guerra entre Rússia e Ucrânia

    A distância criada por essas proteções, especula Gallyamov, pode estar entre os problemas mais imediatos de Putin. E, ironicamente, pode ser uma razão para os extremos confortos construídos para seu trem.

    Ele está viajando muito pouco. Ele está perdendo contato com o país. As pessoas em seu governo se preocupam com isso

    Abbas Gallyamov, ex-redator de discursos de Putin

    “Eles (funcionários do Kremlin) entendem que esse é um dos problemas que leva ao declínio de sua popularidade. Então, eles provavelmente estão tentando fazer (coisas) para que ele possa deixar sua residência e viajar para algum lugar o mais confortavelmente possível”.

    Essa abordagem de quase reclusão foi abalada pelo curto motim do grupo Wagner. Nos dias que se seguiram à rebelião, Putin compareceu a um número extraordinariamente alto de reuniões e até foi visto cumprimentando membros do público.

    Não se sabe se ele usou seu trem especial para se locomover – mas é provável que a turbulência tenha feito pouco para aliviar sua suposta “paranoia”.

    *Com informações de Katharina Krebs e gráficos de Alicia Johnson, da CNN.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original