Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Diretor da CIA está no Catar para pressionar por acordo mais amplo sobre reféns, diz fonte

    Autoridades buscam soltar também homens e soldados israelenses

    Alex MarquardtKaitlan Collinsda CNN

    Bill Burns, diretor da CIA, a agência de inteligência dos Estados Undos, está em Doha, no Catar, para pressionar por um acordo mais amplo sobre reféns, disse uma fonte familiarizada com as negociações à CNN.

    Ele busca uma resolução que vai além da soltura de mulheres e crianças, incluindo também homens e soldados, do sexo masculino e feminino, detidos em Gaza. Isso poderia também prorrogar ainda mais a trégua entre o Hamas e Israel.

    Essas negociações com o Hamas devem ser mais difíceis, ponderaram autoridades à CNN.

    Burns chegou ao Catar nesta terça-feira (28), e deve ter reuniões com autoridades locais, bem como com David Barnea, diretor da inteligência israelense, que tem sido o principal interlocutor do país sobre os reféns. O diretor da CIA se tornou o principal nome dos EUA para as discussões.

    O chefe da inteligência egípcia, Abbas Kamel, também está presente, o que não foi relatado anteriormente.

    As autoridades israelenses reconheceram publicamente que custará um preço mais alto trazer os homens e soldados israelenses para casa. Nos termos do acordo atual, são libertados três prisioneiros palestinos por cada refém solto pelo Hamas.

    A viagem de Burns ocorre em momento em que os americanos ainda são mantidos como reféns, incluindo duas mulheres americanas que podem ser soltas no acordo vigente e vários outros que são homens e, portanto, dificilmente serão libertados agora.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original