Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Elefantes invadem cidade no norte de Camarões e deixam ao menos 2 mortos

    Manada chegou ao norte do país após pisotear vilas no caminho

    Elefante
    Elefante Amandad por Pixabay

    Por Amindeh Blaise Atabong, da Reuters

    Autoridades de vida selvagem no norte do Camarões disseram na quarta-feira (24) que estão precisando lidar com uma manada de elefantes que invadiu uma capital regional esta semana após pisotear vilas nas redondezas, matando pelo menos duas pessoas.

    Estima-se que 6.830 elefantes vivem em Camarões, segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza, uma das maiores populações da espécime ameaçada de extinção na África.

    Os esforços de conservação aumentaram esses números nos últimos anos, mas a perda de habitat para plantações e vilas fez com que os animais ocasionalmente se deslocassem para assentamentos humanos, passando por cima de plantações e casas e às vezes atacando as pessoas.

    A autoridade florestal e de vida selvagem, Jean Nyemeg, disse que elefantes pisotearam uma criança até a morte esta semana em uma vila perto de Maroua, capital da região do extremo norte de Camarões. Os quatro elefantes, em seguida, fizeram duas incursões à própria Maroua.

    “Os elefantes se movimentaram em busca de água devido à natureza árida da região”, disse Nyemeg, acrescentando que a manada foi avistada pela primeira vez perto da fronteira com Chad.

    Imagens compartilhadas nas redes sociais mostraram pessoas se dispersando e filmando vídeos com seus celulares, enquanto a manada vagava pelas ruas de asfalto. A Reuters não conseguiu verificar as imagens.