Fecham primeiras urnas; estados-chave ainda votam

Veja os resultados da primeira parcial da pesquisa de boca de urna CNN

da CNN*

Ouvir notícia


 

As primeiras urnas da eleição americana foram fechadas nesta terça-feira (3) em partes dos estados de Kentucky e Indiana. Os estados maiores e decisivos ainda votam.

Acompanhe a apuração das eleições em tempo real 

Está em jogo o apoio de 11 delegados no colégio eleitoral, em Indiana, e oito no Kentucky. Em ambos os estados, o presidente Donald Trump é favorito e não deve haver surpresas. O vencedor da eleição deve conquistar, no mínimo, 270 votos no colégio eleitoral. 

Leia também:

Quando as urnas fecham nos estados-chave e quando os votos serão contados

Biden e Trump buscam votos a poucas horas do fechamento das urnas

Os americanos poderão votar até as 3h (horário de Brasília) desta quarta-feira (4), quando as urnas fecham no estado do Alasca — o último a encerrar a votação.

Mais de 100 milhões de cidadãos dos EUA votaram antecipadamente, presencialmente ou por correio, o que pode atrasar a apuração deste ano. 

Como funciona o sistema eleitoral americano

Se no Brasil vence o candidato que tiver mais votos, nos Estados Unidos, o sistema é um pouco mais complicado. 

Os americanos votam nos candidatos e o vencedor em cada estado leva todos os delegados dele. O número de delegados depende da população, e vai desde 55 da gigante Califórnia até os três da pequena Vermont. 

Leia também:

Como funciona a eleição nos EUA

O que são os delegados e como funciona o voto indireto nas eleições dos EUA

As exceções são os estados do Maine e Nebraska, que dividem os votos dos delegados de maneira mais proporcional. 

O vencedor da eleição deve conquistar o apoio de, no mínimo, 270 delegados.

 

Mais Recentes da CNN