Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Estado do Maine confirma elegibilidade de Trump após decisão da Suprema Corte

    Tribunal superior entendeu que estados não podem impedi-lo de disputar o cargo com base na “proibição insurrecional” da 14ª Emenda da Constituição

    Ex-presidente dos EUA Donald Trump
    Ex-presidente dos EUA Donald Trump 02/03/2024REUTERS/Jay Paul

    Marshall Cohenda CNN

    A principal funcionária eleitoral do Maine restaurou formalmente o lugar de Donald Trump na votação no estado em 2024, depois que a Suprema Corte dos Estados Unidos decidiu que os estados não podem impedi-lo de disputar o cargo com base na “proibição insurrecional” da 14ª Emenda da Constituição.

    A secretária de Estado do Maine, Shenna Bellows, filiada ao partido Democrata, decidiu em dezembro do ano passado que o ex-presidente estava inelegível nas votações do estado, mas a decisão foi suspensa enquanto a Suprema Corte analisava um caso semelhante no Colorado.

    Tendo em vista a decisão desta segunda-feira do tribunal superior, Bellows escreveu: “Consistente com meu juramento e obrigação de seguir a lei e a Constituição, e de acordo com a decisão de Anderson, retiro minha determinação de que a petição primária do Sr. Trump é inválida”.

    As primárias do Maine ocorrerão nesta terça-feira (5), data conhecida como Superterça, em que diversos estados terão votações.