Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Em conversa com presidente dos Emirados Árabes, Lula propõe colaboração intensificada no Conselho de Segurança

    Breve ligação telefônica tratou sobre a pacificação da região e os esforços conjuntos das nações para o fim do conflito entre Israel e Hamas

    Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

    Taísa Medeirosda CNN

    em Brasília

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conversou por telefone com o presidente dos Emirados Árabes Unidos, Mohammed bin Zayed Al Nahyan. A conversa ocorreu nesta quarta-feira (11/10), diretamente do Palácio da Alvorada, onde o presidente se recupera de uma cirurgia para colocação de prótese no quadril.

    Na breve ligação, Lula propôs uma colaboração intensificada no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU). Em outubro, o Brasil assumiu a presidência rotativa do conselho pelo período de um mês.

    O grupo radical islâmico Hamas bombardeou, no sábado (7), Israel, em um ataque surpresa, deixando centenas de mortos. Segundo informou o Palácio do Planalto, a conversa perpassou por tópicos sobre a estabilidade da região e a busca por uma solução pacífica para os conflitos, que chegaram hoje ao quinto dia. Os líderes concordaram que, a fim de evitar uma escalada do conflito, é necessário trabalhar em conjunto para promover a paz e a estabilidade na região.

    Lula parabenizou Mohamed bin Zayed pela ajuda humanitária aos palestinos, e afirmou que é necessário encontrar uma solução amigável para o conflito entre Israel e Palestina e evitar mortes, especialmente de civis, mulheres e crianças.

    O presidente Mohamed bin Zayed não escondeu suas preocupações a respeito do conflito, e reconheceu a importância de líderes globais trabalharem em conjunto para conter a crise na região. Ele ainda desejou uma boa recuperação ao presidente Lula.

    Os dois líderes reconheceram a importância da ajuda humanitária de ambos os países, e a necessidade de se concentrar em aliviar o sofrimento das comunidades afetadas pelos bombardeios recentes.

    A ida de Lula à COP28, em Dubai – cidade nos Emirados Árabes Unidos – no fim de novembro. Será a primeira viagem após a cirurgia.

    Veja também: Lula faz apelo por crianças palestinas e israelenses em meio à guerra