Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Em mensagem de 4 de Julho, Biden diz que liberdades estão sob ataque

    Presidente norte-americano pediu "patriotismo de princípios"

    Jeff Masonda Reuters

    Em mensagem para comemorar o Dia da Independência dos Estados Unidos, o presidente Joe Biden declarou, nesta segunda-feira (4), que as liberdades estão sob ataque.

    Ainda pediu aos cidadãos para se engajarem no “patriotismo de princípios”, enquanto o país enfrentava desafios econômicos e divisões nacionais.

    “Das profundezas mais profundas de nossas piores crises, sempre nos elevamos a nossas alturas mais elevadas”, disse Biden em declaração na Casa Branca. “Já fomos testados antes, assim como estamos sendo testados hoje, mas nunca falhamos, porque nunca nos afastamos das crenças e promessas fundamentais que definem esta nação”.

    Sem citá-la especificamente, Biden pareceu mencionar a recente decisão da Suprema Corte de derrubar o histórico veredicto Roe vs. Wade que protegia o direito ao aborto. Ao mesmo tempo em que citou também os desafios que os norte-americanos enfrentam economicamente.

    “Nossa economia está crescendo, mas não sem dor. A liberdade está sob agressão, tanto aqui como no exterior”.

    Biden insistiu na unidade, apesar das divisões no país. “Neste dia, em meio à tempestade e aos conflitos, que possamos nos comprometer com um patriotismo de princípios”.

    “Acredito que estamos mais unidos do que divididos. Mais ainda, acredito que é uma escolha que fazemos, e acredito que está ao nosso alcance escolher unidade e unidade de propósitos”, finalizou.