Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Escócia deve mudar regras para prisão de pessoas transgênero

    Governo quer impedir que pessoas transgênero com histórico de violência contra mulheres sejam colocadas em presídios femininos

    Governo escocês disse que vai revisar a gestão de presos trans
    Governo escocês disse que vai revisar a gestão de presos trans Foto: Ichigo121212/ Pixabay

    da Reuters

    O governo escocês disse neste domingo que vai revisar a gestão de presos trans e introduzir medidas nesse meio tempo para impedir que pessoas transgênero com histórico de violência contra mulheres sejam colocadas em presídios femininos.

    Na quinta-feira, a primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, disse que uma mulher transgênero condenada por estupro seria removida de uma prisão feminina depois que surgiram preocupações sobre a segurança de outras detentas.

    Neste domingo, o governo escocês disse que nenhum preso transgênero recém-condenado com histórico de violência contra mulheres será alocado em uma prisão feminina, e que nenhuma pessoa transgênero já sob custódia será transferida de uma prisão masculina para uma feminina.

    “Não devemos permitir criar raízes qualquer insinuação de que as mulheres trans representam uma ameaça inerente às mulheres. Homens predatórios são o risco para as mulheres. No entanto, como acontece com qualquer grupo da sociedade, um pequeno número de mulheres trans cometerá delitos e será enviado para a prisão”, disse o ministro da Justiça escocês, Keith Brown.

    “Espero que as medidas ofereçam tranquilidade sobre a capacidade contínua do serviço prisional de gerenciar indivíduos trans e garantir a segurança de todos os presos.”

    Brown disse que o Serviço Prisional Escocês está revisando suas políticas, mas que estas não foram alteradas pela aprovação da Lei de Reforma do Reconhecimento de Gênero da Escócia.

    O projeto de lei, que apoia um processo de autoidentificação para mudança de gênero e redução da idade mínima, foi impedido de entrar em vigor pelo governo britânico.

    (Por Alistair Smout)