Eventos na Ucrânia são trágicos, precisamos de paz urgente, diz oligarca russo

Andrei Melnichenko, aliado do presidente Vladimir Putin, afirma que guerra pode causar uma crise global de alimentos

Na sexta-feira (11), a Rússia lançou vários ataques com mísseis contra alvos no centro e no oeste da Ucrânia
Na sexta-feira (11), a Rússia lançou vários ataques com mísseis contra alvos no centro e no oeste da Ucrânia Anadolu Agency via Getty Images

Guy Faulconbridgeda Reuters

Ouvir notícia

Em comunicado enviado à agência de notícias Reuters nesta segunda-feira (14), o oligarca russo Andrei Melnichenko chamou os eventos na Ucrânia de “trágicos” e pediu “paz urgente”.

Melnichenko, dono das maiores empresas de fertilizantes e carvão da Rússia, é um aliado próximo do presidente Vladimir Putin e já participou de reuniões do Kremlin desde o início da invasão á Ucrãnia, segundo a União Europeia.

O oligarca, um doz homens mais ricos da Rùssia, já sofreu várias sanções do Ocidente e teve seu iate apreendido pela polícia italiana na última sexta-feira (12). O navio, chamado de “SY A”, vale 530 milhões de euros (cerca de R$ 3 bilhões) e estava armazenado no porto de Trieste, no noroeste da Itália.

Para Melnichenko, o mundo pode enfrentar uma crise global de alimentos se a guerra na Ucrânia não for interrompida. Com o aumento no preço dos fertilizantes, muitos agricultores não conseguem mais comprar nutrientes para plantio, segundo o oligarca.

“A agricultura e a comida estão entre as vítimas desta crise”, disse Melnichenko à Reuters, acrescentando que a guerra “já aumentou o preço de fertilizantes importantes para muitos fazendeiros”. “Isso vai gerar uma inflação dos alimentos ainda maior na Europa e falta de alimentos nos países mais pobres, concluiu ele.

Além de Melnichenko, outros oligarcas russos já vieram à público para pedir o fim da invasão, como Mikhail Fridman, Pyotr Aven and Oleg Deripaska.

Mais Recentes da CNN