Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Família de atletas de taekwondo dos EUA salva vizinha de tentativa de estupro

    Simon An ouviu os gritos da vizinha e, imediatamente, partiu em seu socorro

    Família de atletas de taekwondo dos EUA salva vizinha de tentativa de estupro
    Família de atletas de taekwondo dos EUA salva vizinha de tentativa de estupro X/@SheriffEd_HCSO

    Paradise AfsharZoe Sottileda CNN

    Quando Simon An e sua família ouviram gritos de uma loja ao lado de seu estúdio de taekwondo na quarta-feira (19) nos arredores de Houston, no Texas, eles sabiam que tinham que descobrir o que estava acontecendo.

    O rapaz de 20 anos e sua família – todos praticantes de artes marciais – imediatamente correram para o local de onde vinham os gritos. Lá, eles encontraram um homem tentando agredir sexualmente uma mulher e interceptaram o suspeito, segurando-o até a polícia chegar, de acordo com uma publicação no X, antigo Twitter, do xerife do condado de Harris, Ed Gonzalez.

     

    Na publicação, o chefe do departamento de polícia local disse: AO RESGATE: um grupo de bons samaritanos correram para salvar o dia. Os policias foram acionados para um distúrbio no bloco 6800 da Estrada Fry. Chegando no local, instrutores do dojo Yong-In Tae Kwon Do haviam prendido um suspeito no chão.

    Simon An disse à CNN na sexta-feira (21) que a família estava voltando de sua pausa para o almoço e estavam estacionando no estúdio Yong-In em Katy, quando seu pai ouviu um “grito alto” ao sair do carro. Então, toda a família ouviu “um segundo grito, e foi alto. Muito alto.” “Eu descreveria isso como um grito de horror.”

    Seu pai levou a família para uma loja próxima da loja Cricket Wireless. Ele ouviu outro grito quando abriu a porta e correu para o quarto dos funcionários nos fundos, onde encontrou “um homem em cima da mulher com a mão sobre a boca”, disse An.

    A CNN entrou em contato com a loja para comentar.

    “Nosso primeiro instinto foi salvar a garota”, disse An. “Não sabíamos o que ele ia fazer com ela.”

    “Meu pai o puxou e o prendeu no canto do prédio”, descreveu An.

    O pai sofreu alguns arranhões e mordidas durante a briga, mas está completamente “bem”, acrescentou An.

    Alex Robinson, de 19 anos, foi acusado de tentativa de agressão sexual em conexão com o caso, de acordo com documentos judiciais obtidos pela afiliada da CNN, KHOU. Robinson é acusado de levar a vítima para um local diferente, “causando ferimentos corporais por asfixia”, “tocando seu peito”, e ordenando que a vítima tirasse suas roupas.

    A fiança de Robinson foi fixada em US$ 100 mil. A CNN entrou em contato com seu advogado para comentar.

    Em uma entrevista à KHOU, a irmã de Simon An, Hannah An, de 22 anos, disse que ela e sua mãe levaram a suposta vítima ao seu centro de treinamento para se certificar de que ela estava bem, porque ela precisava disso depois dessa experiência.”

    O pai da dupla, Han An, disse à KHOU que estava grato por ter estado no lugar certo na hora certa e espera voltar às aulas.

    “Minha vida é taekwondo”, disse Han. “Estou muito orgulhoso da minha família.”

    O chefe de polícia do Condado de Harris agradeceu a família por sua “ação rápida na proteção dos outros.”

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original