Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Família real revela local de descanso final da rainha Elizabeth II; veja imagem

    Pedra de registro gravada com o nome da falecida monarca foi instalada na Capela Memorial do Rei George VI

    The Royal Family

    Max FosterSana Noor HaqJorge Engelsda CNN

    O Palácio de Buckingham divulgou uma fotografia do local de descanso final da rainha Elizabeth II, dentro da Capela de Saint George, após seu enterro em Windsor na segunda-feira (19).

    Uma pedra de registro gravada com o nome da falecida monarca foi instalada na Capela Memorial do Rei George VI, um anexo à capela principal, na noite de segunda-feira, após um serviço privado com a presença de sua família.

    A pedra é esculpida à mão em mármore preto belga e apresenta letras em latão com os nomes de seus pais – o rei George VI e a rainha Elizabeth – seguidos pelo nome da falecida rainha junto com o de seu marido, o príncipe Philip. O símbolo de uma estrela separa os dois casais reais, e os anos de nascimento e morte foram inscritos ao lado de cada nome.

    Os quatro membros da realeza eram membros da Ordem da Jarreteira, a ordem de cavalaria mais antiga do Reino Unido, que remonta aos tempos medievais e ao reinado do rei Eduardo III. Os membros do grupo são escolhidos pessoalmente pelo soberano em reconhecimento ao serviço de um indivíduo à nação e incluem vários membros da família real, ex-primeiros-ministros e outras figuras importantes. A casa espiritual da ordem é a Capela de Saint George.

    A rainha foi sepultada após um elaborado funeral de Estado na Abadia de Westminster, em Londres, com a presença de líderes de todo o mundo. Mais de 26 milhões de pessoas no Reino Unido sintonizaram para assistir ao funeral na segunda-feira, o primeiro a ser televisionado para um monarca britânico.

    Quando o marido da rainha de 73 anos, o príncipe Philip morreu em abril de 2021, seu caixão foi inicialmente colocado no Royal Vault, situado abaixo de St. George, onde permaneceu até que pudesse ser transferido para a capela memorial após a morte da rainha. As cinzas da irmã da rainha, a princesa Margaret, que morreu em 2002, também estão enterradas na capela.

    As residências reais, incluindo o Castelo de Windsor, estão fechadas desde a morte da monarca em 8 de setembro. Mas o público em geral poderá visitar o local de descanso da rainha quando o castelo reabrir em 29 de setembro.

    Algumas áreas dentro das residências reais reabriram para turistas na quinta-feira (22), incluindo a Galeria da Rainha no Palácio de Buckingham, o Palácio de Holyroodhouse e a Galeria da Rainha em Edimburgo, Escócia, de acordo com o Royal Collection Trust. No entanto, a abertura de verão dos State Rooms e Royal Mews do Palácio de Buckingham não retornará este ano.

    Além disso, exibições especiais que marcam o Jubileu de Platina da Rainha no Palácio de Buckingham, no Castelo de Windsor e no Palácio de Holyroodhouse não serão reabertas ao público, acrescentou.

    A fotografia do local vem um dia depois que o Palácio de Buckingham divulgou um novo retrato do rei Charles III com as caixas vermelhas de assinatura do soberano.

    Rei Charles III / The Royal Family

    A imagem foi tirada pela PA Images da Grã-Bretanha e mostra Charles no trabalho na semana passada.

    “A imagem foi tirada na Sala do Século XVIII no Palácio de Buckingham na semana passada e mostra Sua Majestade o Rei cumprindo deveres oficiais do governo junto à Caixa Vermelha do Rei”, disse o palácio em comunicado.

    As caixas vermelhas contêm documentos importantes de ministros do governo do Reino Unido e de representantes de toda a Commonwealth e além.

    “Os documentos são enviados do Gabinete do Secretário Privado para o Rei, onde quer que ele resida, em uma caixa de despacho vermelha trancada”, acrescentou.

    No fundo por trás do novo monarca está uma fotografia em preto e branco da falecida monarca e o duque de Edimburgo, que foi um presente de Natal para o casal do rei George VI em 1951.

    A família real está observando mais uma semana de luto após o funeral de Estado, a pedido do rei. Charles III já teria retornado à Escócia com a rainha consorte para lamentar em particular.

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original