Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    FBI apreende celulares do prefeito de Nova York em investigação

    Investigação sobre arrecadação de fundos para campanha atinge Eric Adams

    Prefeito de Nova York, Eric Adams, teve celulares apreendidos pelo FBI
    Prefeito de Nova York, Eric Adams, teve celulares apreendidos pelo FBI 28/06/2022 REUTERS/Eduardo Munoz

    Kara ScannellGloria Pazminoda CNN

    Agentes do FBI apreenderam os telefones celulares do prefeito de Nova York, Eric Adams, como parte de uma investigação federal sobre arrecadação de fundos para campanha. As informações foram confirmadas por uma pessoa familiarizada com o assunto à CNN nesta sexta-feira (10).

    Os agentes apreenderam os telefones e um iPad no início desta semana, após um mandado de busca ser autorizado pelo tribunal. A informação foi publicada inicialmente pelo jornal “The New York Times” .

     

    A apreensão é uma escalada dramática da investigação federal e leva suas consequências diretamente ao prefeito.

    A investigação está sendo conduzida pelo FBI e pelo gabinete do procurador dos EUA no Distrito Sul de Nova York.

    “Como ex-membro da aplicação da lei, espero que todos os membros da minha equipe sigam a lei e cooperem totalmente com qualquer tipo de investigação – e continuarei a fazer exatamente isso”, disse o prefeito em comunicado à CNN na sexta-feira. “Não tenho nada a esconder.”

    O advogado e porta-voz da campanha de Adams, Boyd Johnson, disse à CNN que o prefeito “cumpriu imediatamente o pedido do FBI e forneceu-lhes dispositivos eletrônicos” depois que o FBI abordou Adams após um evento na noite de segunda-feira.

    “Após tomar conhecimento da investigação federal, descobriu-se que um indivíduo havia agido recentemente de forma inadequada. No espírito de transparência e cooperação, este comportamento foi relatado imediata e proativamente aos investigadores”, disse Johnson. “O prefeito não foi acusado de qualquer irregularidade e continua cooperando com a investigação”, acrescentou.

    Veja também: Trump tem 49% das intenções de voto, e Biden, 45% para eleições de 2024

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original