Furacão Ida atinge a costa da Louisiana, nos Estados Unidos

O fenômeno de categoria 4 é considerado extremamente perigoso

Gregory LemosPaul MurphyDave HennenRebekah Riessda CNN

Ouvir notícia

O furacão Ida atingiu a costa perto de Port Fourchon, no estado da Louisiana, nos Estados Unidos neste domingo (29). O fenômeno de categoria 4 é considerado extremamente perigoso, com ventos de cerca de 240 km/h, de acordo com o National Hurricane Center, dos EUA.

A paróquia de São João Batista no estado decretou um toque de recolher a partir de hoje à noite, de acordo com um alerta de emergência. O toque de recolher começa às 18h, horário local, e dura até as 7h da manhã de segunda-feira (30).

A paróquia está localizada a oeste de Nova Orleans e é delimitada por três lagos: Lago Pontchartrain, Lago Maurepas e Lago des Allemands.

Falta de energia atinge mais de 700 mil pessoas

A Companhia de Energia de Louisiana alertou que pode haver queda de energia devido à força das tempestades. A empresa alertou que, embora 90% dos clientes provavelmente terão sua energia restaurada em tempo hábil, inundações e danos causados por tempestades podem impedir que as equipes acessem certas áreas.

A empresa informou que espera mobilizar cerca de 16 mil funcionários para reparos assim que a tempestade passar.

Mais de 700 mil pessoas estão sem energia na Louisiana enquanto o furacão Ida continua a atingir o estado, de acordo com o portal Power Outage dos Estados Unidos.

São pelo menos 720.279 clientes sem energia às 20h (horário de Brasília) deste domingo, um aumento de mais de 215.000 pessoas em 2 horas.

Toda a cidade de Nova Orleans está sem energia, de acordo com NOLA Ready, a campanha de preparação para emergências de Nova Orleans.

Espera-se que as interrupções de energia continuem aumentando à medida que a tempestade se desloca para o interior.

Furacão Ida é a tempestade mais forte que já atingiu a Louisiana

Ao atingir a costa como um furacão de categoria 4, de cerca de 240 km/h, o Ida é a tempestade mais forte que já atingiu a costa da Louisiana.

O furacão Ida pode ser comparado com o Laura (2020) e o furacão Last Island (1856), como um dos mais fortes a atingir a região. Louisiana se torna o primeiro estado norte-americano a registrar furacões com ventos de 240 km/h em anos consecutivos. Um furacão de categoria 4 tem mais de 250 vezes o potencial de danos que uma tempestade de categoria 1 (120 km/h), de acordo com análises da Administração Oceânica e Atmosférica Nacional, dos Estados Unidos (NOAA, na sigla em inglês).

Os ventos mais fortes se estendem por 80 quilômetros do centro, já as tempestades tropicais se estendem por 240 quilômetros. A previsão é que o centro do furacão passe a cerca de 48 quilômetros a oeste de Nova Orleans.

Governador solicita declaração de desastre a Joe Biden

O governador da Louisiana, John Bel Edwards, solicitou uma declaração presidencial de “grande desastre”, devido aos danos causados pelo furacão Ida, de acordo com um comunicado à imprensa.

“O furacão Ida é uma das tempestades mais fortes que já atingiu a Louisiana. É nosso objetivo ajudar nossas agências locais e os cidadãos do estado o mais rápido possível, e temos equipes de busca e resgate pré-posicionadas, barcos e outros meios para começar a ajudar as pessoas assim que for seguro”, disse Edwards em um comunicado.

“Esta declaração de grande desastre ajudará a Louisiana a responder melhor a esta crise e proteger a saúde e segurança de nosso povo, e espero que a Casa Branca aja rapidamente para que possamos começar a obter ajuda e assistência adicional para nosso povo”, acrescentou o governador.

Estações de esgoto e bombeamento de Nova Orleans têm corte de energia

O Conselho de Esgoto e Água de Nova Orleans (SWBNO, na sigla em inglês) afirmou que há uma série de estações de bombeamento de esgoto de Nova Orleans passam por cortes de energia.

“Isso aumenta o potencial para retorno de esgoto nas residências. Pedimos aos moradores que ainda têm energia para minimizar as águas residuais que saem de suas casas, não ligando a máquina de lavar louça ou lavando roupas”, disse o conselho em publicação no Twitter neste domingo.

Segundo o conselho, essas estações ficarão fora de serviço até que o furacão Ida passe e que seja seguro fazer avaliações. No entanto, geradores estão sendo implantados para ajudar com as interrupções nas estações de bombeamento.

Mobilização para resgate e salvamento

O governador da Louisiana, John Bel Edwards, afirmou que o furacão Ida é uma das tempestades mais fortes que atingiu o estado nos tempos modernos, pois se intensificou rapidamente a uma taxa sem precedentes em direção ao continente.

O governador pediu aos moradores que permaneçam dentro de casa e sejam pacientes, já que o estado não sabe quando os primeiros socorros poderão atender aos pedidos de assistência.

“Depois que a tempestade passar, você precisa estar preparado para se abrigar pelas primeiras 72 horas”, disse Edwards. “Temos todos os recursos possíveis prontos para usar, para ajudá-los. Chegaremos lá antes de 72 horas, se possível, para resgatar pessoas em todo o estado da Louisiana”.

Toda a Guarda Nacional da Louisiana foi ativada e atualmente mais de 4.900 guardas estão posicionados em 14 comunidades. Eles dispõem de 195 veículos resistentes a enchentes, 73 barcos e 34 helicópteros prontos para o apoio, disse o governador.

Ventos do furacão Ida enfraquecem, mas tempestade mantém status de categoria 4

O furacão Ida continua a atingir o sudeste da Louisiana na tarde deste domingo e atualmente está localizado no sudoeste de Nova Orleans, de acordo com a última atualização do Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês).

As velocidades máximas do vento diminuíram ligeiramente, para 210 km/h, o que ainda classifica o Ida como uma tempestade de categoria 4.

A velocidade de avanço do furacão diminuiu e a tempestade está se movendo apenas para noroeste a 16 km/h. Isso aumentará o potencial de inundações, bem como a quantidade de tempo que os ventos durarão em locais do interior.

Possibilidade de formação de tornados

Agora que o furacão Ida se move em terra, existe uma possibilidade de formação de tornados. Um alerta de tornado está em vigor em partes dos estados da Louisiana, Mississippi, Alabama e Flórida. A ameaça aumentará ao longo do dia e à noite.

“Furacões e tempestades tropicais que atingem a costa do Golfo do México têm maior probabilidade de produzir tornados em comparação com as tempestades no Atlântico”, explica Brandon Miller, meteorologista da CNN.

A ameaça de tornados não se limita ao litoral ou ao primeiro dia que o furacão chega a uma região. O dia seguinte ao pode produzir mais tornados do que o primeiro, e eles podem ocorrer centenas de quilômetros para o interior.

O Corpo de bombeiros em Delacroix, na Louisiana, compartilhou um vídeo de danos causados por tempestades.

Em atualização

Texto traduzido, leia o original em inglês.

Mais Recentes da CNN