Grupo de refugiados atravessa fronteira entre Belarus e Polônia, diz polícia

Milhares de pessoas estão presas na fronteira entre os países, e tensão na região tem aumentado

Alan CharlishAnna Wlodarczak-Semczukda Reuters

Ouvir notícia

Um grupo de cerca de 50 refugiados rompeu as defesas de fronteira em Belarus e entrou na Polônia perto da vila de Starzyna, disse a polícia polonesa neste domingo (14), conforme a situação na fronteira entre os países se torna cada vez mais tensa.

Milhares de pessoas viajaram para Belarus na esperança de cruzar para a União Europeia, apenas para se encontrarem presos na fronteira e enfrentando temperaturas extremamente baixas.

A União Europeia acusa Minsk de orquestrar a crise para pressionar o bloco sobre as sanções que impôs, mas Belarus negou repetidamente. Alguns países da região alertaram que o impasse pode aumentar e levar a um conflito militar.

“Ontem, antes das 17h, cerca de 50 pessoas invadiram a Polônia perto de Starzyna”, disse a polícia de Podlaska no Twitter, acrescentando que 22 cidadãos iraquianos foram posteriormente presos.

Migrantes tentam se aproximar de caminhão durante distribuição de ajuda humanitária na fronteira entre Belarus e Polônia
União Europeia acusa Belarus de fabricar crise em fronteira / Nasibulin/BelTA/Divulgação via REUTERS

A polícia também disse que foi atacada na noite de sábado (13) durante uma tentativa separada de refugiados para forçar a passagem pela fronteira, com o capacete de um policial sendo danificado depois que uma pedra foi atirada contra ele.

No total, a Guarda de Fronteira polonesa disse que houve 223 tentativas de cruzar ilegalmente a fronteira no sábado.

Mais Recentes da CNN