Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Grupo Wagner liberta mais de 100 prisioneiros de guerra ucranianos

    Ação ocorre para marcar a Páscoa Ortodoxa que acontece neste domingo (16)

    Yevgeny Prigozhin, fundado do grupo mercenário russo Wagner
    Yevgeny Prigozhin, fundado do grupo mercenário russo Wagner Concord Press Service/via REUTERS

    Da Reuters

    O grupo mercenário mais poderoso da Rússia, Wagner, enviou, neste domingo (16), pelo menos 100 prisioneiros de guerra ucranianos de volta às forças do país para marcar a Páscoa Ortodoxa, de acordo com um vídeo postado pelo fundador da organização, Yevgeny Prigozhin.

    “Prepare todos eles, alimente-os e dê-lhes água, verifique os feridos”, disse Prigozhin em um vídeo postado no Telegram por seu serviço de imprensa.

    Um grupo de prisioneiros ucranianos foi então mostrado sendo informado de que seriam devolvidos às forças ucranianas para marcar a Páscoa Ortodoxa.

    “Espero que não caiam em nossas mãos”, disse um soldado armado de Wagner aos homens antes que eles fossem ordenados a entrar em um caminhão, alguns carregando garrafas de água.

    Mais de 100 homens, alguns mancando e outros sendo carregados em macas por seus camaradas, foram vistos caminhando em fila ao longo de uma estrada lamacenta enquanto um homem parado em um tanque segurava uma bandeira branca.

    O chefe de gabinete do presidente Volodymyr Zelenskiy, Andriy Yermak, disse que 130 prisioneiros de guerra ucranianos foram libertados e voltaram para casa em uma “grande troca de Páscoa”. Não ficou claro quantos russos foram mandados de volta para o outro lado.

    O Grupo Wagner da Rússia vem expulsando gradualmente as forças ucranianas de Bakhmut, no leste da Ucrânia. A entidade agora reivindica o controle da maior parte da cidade, embora a Ucrânia tenha repetidamente contestado as alegações de que suas forças quase foram expulsas.

    Prigozhin foi mostrado cumprimentando refugiados na cidade, incluindo um menino chamado Vladimir, antes de serem evacuados. As pessoas pareciam estar dormindo em algum tipo de porão subterrâneo apertado. Prigozhin distribuiu barras de chocolate para as crianças.