Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Guerra entre Rússia e Ucrânia é informacional, afirma especialista

    À CNN, professor dá exemplos da guerra informacional, como a realização de ciberataques pela Rússia

    João Pedro Malarda CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    Para o professor da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME), Hélio Caetano Farias, a guerra entre Ucrânia e Rússia é informacional, algo característico dos conflitos na contemporaneidade.

    “A guerra é informacional, sem dúvida. Esse é um ponto fundamental neste momento no conflito, com o andamento das batalhas”, afirmou Farias em entrevista à CNN nesta terça-feira (1º).

    “Logo nos primeiros dias, toda a questão envolvendo a guerra eletrônica, neutralizando os sistemas de defesa aérea ucraniana, os ciberataques, tudo isso faz parte do bojo dos conflitos contemporâneos, e a Rússia como potência obviamente usa todos os recursos a sua disposição”, diz.

    Também professor da ECEME, Tássio Franchi afirma que a guerra informacional na Ucrânia tem “outra dinâmica. Nessa era tem muita informação, mas não exatamente vira conhecimento, e os dois lados estão usando muito da guerra informacional, afetando a população e as decisões políticas por trás delas”.

    Mesmo assim, ele diz que a Rússia pode ter subestimado o tamanho das sanções que sofreria com a invasão, com ações como a expulsão do Swift, um sistema global de pagamentos, atuando como o “imponderável da guerra. O Putin provavelmente não sabia que o inimigo ia dar um retorno tão efetivo”.

    Mais Recentes da CNN