Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Incêndios florestais retiram centenas de pessoas de casas na França

    Desde terça-feira (12), mais de 1.000 bombeiros lutam para controlar dois incêndios provocados pelo calor escaldante

    Desde 12 de julho, há um intenso incêndio florestal em Gironde, na França
    Desde 12 de julho, há um intenso incêndio florestal em Gironde, na França Foto: Jerome Gilles/NurPhoto/Getty Images

    Benoit Van Overstraetenda Reuters

    em Paris

    Centenas de pessoas foram retiradas de suas casas devido a incêndios florestais fora de controle no Sudoeste da França, disseram autoridades nesta sexta-feira (15).

    Desde terça-feira (12), mais de 1.000 bombeiros, com o apoio de nove aviões bombardeiros de água, lutam para controlar dois incêndios provocados pelo calor escaldante e ventos fortes.

    “A situação ainda é adversa”, disse a autoridade do departamento de Gironde, onde as chamas estão ocorrendo.

    Os incêndios já queimaram 7.300 hectares, um total que aumentou em 2.000 hectares da noite para o dia, disseram as autoridades.

    Outro incêndio florestal que atingiu a região da cidade de Tarascon, no Sudeste, na quinta-feira (14) e queimou pelo menos 1.000 hectares foi estabilizado, segundo os bombeiros.

    Incêndios florestais também se espalharam por Portugal, Espanha e Croácia, queimando casas e ameaçando os meios de subsistência, enquanto grande parte da Europa foi atingida por uma onda de calor que elevou as temperaturas para cerca de 40°C em algumas regiões.

    Um dos dois incêndios de Gironde ocorreu em torno da cidade de Landiras, ao Sul de Bordeaux, onde 4.200 hectares foram queimados, estradas fechadas e mais 480 moradores precisaram sair de suas casas, elevando o total para quase 1.000.

    O outro incêndio, que já queimou 3.100 hectares, foi ao longo da costa atlântica perto da “Dune du Pilat” – a duna de areia mais alta da Europa – na área da Baía de Arcachon, acima da qual nuvens pesadas de fumaça escura foram vistas subindo para o céu.

    Cerca de 6 mil pessoas foram evacuadas de acampamentos ao redor na quarta-feira, e outras 4 mil pessoas na quinta-feira.

    Três casas e dois restaurantes foram destruídos durante a noite naquela área, disseram autoridades.

    (Edição de Dominique Vidalon e Stephen Coates)