Irmãs japonesas, de 107 anos, são certificadas como gêmeas mais velhas do mundo

Irmãs Umeno Sumiyama e Koume Kodama receberam título do Guinness World Records

Gêmeas idênticos Umeno Sumiyama (à esquerda) e Koume Kodama (à direita)
Gêmeas idênticos Umeno Sumiyama (à esquerda) e Koume Kodama (à direita) Guinness World Records/Via AP

Ouvir notícia

Duas irmãs japonesas foram confirmadas como as gêmeas idênticas mais velhas do mundo, aos 107 anos.

Nascidas em 5 de novembro de 1913, Umeno Sumiyama e Koume Kodama tinham 107 anos e 300 dias de idade em 1º de setembro, de acordo com um documento do Guinness World Records, divulgado nesta segunda-feira (21).

Eles nasceram na ilha de Shodo, distrito de Kagawa, em uma família de 13 irmãos. As duas agora vivem em lares separados.

Quando nasceram, ser gêmea era motivo suficiente para sofrer bullying, de acordo com o comunicado, e as irmãs viveram separados desde pequenas.

Kodama deixou a Ilha de Shodo após o ensino fundamental e mais tarde se casou com alguém de fora da ilha, então as gêmeas acabaram morando a mais de 300 quilômetros de distância, disse o Guinness World Records.

Elas se reencontravam, principalmente, em casamentos e funerais, mas por volta dos 70 anos elas fizeram várias peregrinações budistas juntas.

A dupla brincou sobre quebrar o recorde de gêmeas idênticas vivas mais velhas, anteriormente, o recorde era de suas compatriotas japoneses Kin Narita e Gin Kanie.

O Guinness World Records disse que, no seu 99º aniversário, Sumiyama olhou para uma foto dos detentores do recorde e disse: “Acho que parecemos mais jovens.”

As gêmeas receberam seus certificados por postagem devido à Covid-19, informou o Guinness World Records. A equipe da casa de saúde disse que Sumiyama começou a chorar ao ver o certificado.

“Koume, cuja memória não é o que era, infelizmente não conseguiu compreender totalmente o significado de receber o certificado”, continua a declaração.

Os gêmeos idênticos mais velhos já verificadas pelo Guinness World Records foram Dale e Glen Moyer, dos Estados Unidos, que chegaram aos 105 anos. Nascidos em 1895, eles se tornaram os gêmeos vivos mais velhos em 23 de janeiro de 2000.

O Japão é conhecido por seus supercentenários – uma pessoa de 110 anos ou mais – e muitos recordes foram alcançados no país, disse o Guinness World Records.

Entre eles está a pessoa mais velha ainda viva, Kane Tanaka, de 118 anos. Tanaka sobreviveu ao câncer por duas vezes, passou por duas pandemias globais e adora refrigerantes.

(Texto traduzido, leia original em inglês aqui)

Mais Recentes da CNN