Joe Biden defende vacinação de crianças contra a Covid-19

Em entrevista coletiva, presidente dos Estados Unidos pediu à população para que tome todas as doses dos imunizantes e comentou sobre a aquisição de testes e pílulas antivirais contra a doença

Beatriz AraújoTiago Tortellada CNN

Ouvir notícia

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, defendeu nesta terça-feira (4) vacinação de crianças contra a Covid-19.

“Crianças não vacinadas são um risco. As vacinadas estarão salvas”, afirmou.

Em coletiva de imprensa, Biden reforçou que a gravidade da doença nas pessoas vacinadas é muito menor em comparação àquelas que não foram imunizadas, e pediu à população que tome todas as doses, principalmente com o avanço da Ômicron, que é “muito transmissível”.

“E deixe-me ser absolutamente claro. Temos em mãos todas as vacinas que precisamos para vacinar totalmente todos os americanos, incluindo a injeção de reforço. Portanto, não há desculpa. Não há desculpa para ninguém não ser vacinado”, afirmou, dizendo que vivemos uma “pandemia de não vacinados”.

O presidente norte-americano pediu aos pais que têm filhos que ainda não podem receber vacinas para que deixem as crianças perto apenas de pessoas que receberam os imunizantes. Ainda assim, ele também defendeu que as escolas devem continuar abertas.

Ele disse que as próximas semanas serão desafiadoras, e que ainda é necessário utilizar máscaras e medidas de higiene para se proteger do coronavírus.

Nesta segunda-feira (3), os Estados Unidos registraram mais de um milhão de casos de Covid-19 pela primeira vez.

Durante a coletiva, Joe Biden também disse que o governo está aumentando o número de locais de teste para Covid e fazendo o reabastecimento nas farmácias. Além disso, a administração federal lançará um site no final do mês para que os testes sejam enviados gratuitamente às residências.

Por fim, ele também comentou sobre a aquisição de mais pílulas antivirais da Pfizer, mas que ainda pode ser necessário adquirir mais deste medicamento.

“Estou direcionando minha equipe para trabalhar com a Pfizer para dobrar nosso pedido de 10 milhões para 20 milhões de comprimidos, a serem entregues nos próximos meses”, disse.

Cuidados básicos ajudam a prevenir a Covid-19 e a gripe:

Mais Recentes da CNN