Kremlin diz que operação na Ucrânia pode terminar “em um futuro previsível”

Porta-voz do governo, Dmitry Peskov, afirmou que os objetivos russos estão sendo alcançados tanto nas ofensivas quanto nas negociações de paz

Kevin Liffeyda Reuters

O Kremlin disse nesta sexta-feira (8) que o que chama de “operação especial” da Rússia na Ucrânia pode terminar em um “futuro previsível”, já que seus objetivos estão sendo alcançados e o trabalho está sendo realizado tanto pelos militares russos quanto pelos negociadores da paz russa.

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, também afirmou que Moscou entende que alguns países que tentaram adotar uma posição equilibrada foram pressionados a votar pela suspensão da Rússia do Conselho de Direitos Humanos da ONU, na quinta-feira (7).

A Assembleia Geral da ONU suspendeu a Rússia do Conselho por relatos de “violações e abusos grosseiros e sistemáticos dos direitos humanos” na Ucrânia, levando Moscou a anunciar que estava deixando o órgão.