Mais de 6.600 pessoas passaram por corredores humanitários neste sábado, diz Ucrânia

Segundo informações de um alto funcionário do gabinete de Volodymyr Zelensky, 1.172 crianças saíram de Mariupol para Zaporizhzhia

24 dias após início da guerra, pessoas continuam saindo de regiões em conflito, na Ucrânia
24 dias após início da guerra, pessoas continuam saindo de regiões em conflito, na Ucrânia Wolfgang Schwan/Anadolu Agency via Getty Images (5.mar.2022)

Renata Souzada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Pelo menos 6.623 pessoas passaram por corredores humanitários nas cidades ucranianas sitiadas neste sábado (19), segundo Kyrylo Tymoshenko, um alto funcionário do gabinete do presidente Volodymyr Zelensky.

Tymoshenko disse que 4.128 pessoas, incluindo 1.172 crianças, foram evacuadas de Mariupol para Zaporizhzhia.

Na região de Kiev, 1.820 pessoas foram retiradas de cidades menores – incluindo Bucha, Bilohorodka, Piskivka e Horenychi – e transportadas para a capital ucraniana, disse ele.

Além dessas, 675 pessoas teriam sido evacuadas da região de Luhansk, segundo Tymoshenko.

Crianças refugiadas

Crianças evacuadas de um orfanato em Zaporizhzhia chegam ao principal terminal ferroviário em Lviv, Ucrânia, no dia 5 de março / Dan Kitwood/Getty Images

Segundo dados da agência das Nações Unidas para as crianças, Unicef, cerca de 1,5 milhão de crianças fugiu da Ucrânia desde o início da guerra contra a Rússia. A entidade alerta também para o risco de tráfico infantil diante do grande contingente.

“A guerra na Ucrânia está levando a deslocamentos em massa e fluxos de refugiados – condições que podem levar a um aumento significativo no tráfico de pessoas e a uma crise aguda de proteção infantil”, disse Afshan Khan, diretor regional do Unicef para a Europa e Ásia Central.

Entre 24 de fevereiro e 7 de março, o Unicef disse ter identificado mais de 500 crianças desacompanhadas que cruzavam a fronteira da Ucrânia para a Romênia.

 

*Com informações da CNN Internacional

Mais Recentes da CNN