Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Manifestantes ocupam casa de oligarca russo em Londres

    Bandeira da Ucrânia e faixas com xingamentos contra Putin foram penduradas em imóvel de luxo do bilionário Oleg Deripsaka

    Cláudia Évorada CNN

    Ouvir notícia

    Um grupo de manifestantes ocupou, nesta segunda-feira (14), a mansão do oligarca russo Oleg Deripsaka em Londres, no Reino Unido, e pendurou várias faixas com insultos ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, e mensagens contra a guerra na Ucrânia.

    De acordo com a agência de notícias Reuters, os manifestantes invadiram a Praça Belgrave durante a noite. A região fica em uma zona de luxo da capital britânica e pertence, alegadamente, à família deste oligarca russo, recentemente sancionado pelo governo britânico como parte da resposta contra a invasão da Ucrânia.

    Uma bandeira da Ucrânia foi pendurada e diversas faixas com xingamentos contra Putin foram exibidas em protesto contra a guerra. Já nas primeiras horas da manhã, autoridades britânicas foram alertadas e chamadas ao local.

    Em publicação no Facebook, manifestantes anarquistas que pertencem ao grupo “No Fixed Abode Anti Fascists”, explicaram, em comunicado, que “com a ocupação desta mansão, queremos mostrar a nossa solidariedade com o povo ucraniano, mas também com os russos, que nunca concordaram com esta loucura”.

    “Esta mansão luxuosa vai servir como centro de apoio aos refugiados, para ucranianos e pessoas de todas as nações e etnias”, acrescentaram.

    Quem é Oleg Deripsaka?

    Oleg Deripsaka é um milionário russo, fundador de uma das maiores empresas produtoras de alumínio do mundo: RUSAL. O oligarca tem ainda participações no Grupo En+, uma empresa de extração de energia.

    Com várias propriedades no Reino Unido, que valem milhões de libras, Deripsaka tem um patrimônio geral avaliado em cerca de 2,3 bilhões de euros.

    Apesar de já ter criticado o Kremlin pela invasão da Ucrânia, o bilionário não deixou de ser alvo das sanções decretadas por Boris Johnson. Entre estas sanções está o congelamento de ativos, a proibição de transações com indivíduos ou empresas do Reino Unido e a proibição de viajar.​​​​​​

    Quatro dias após a invasão, Oleg escreveu no Telegram: “Há uma verdadeira crise e precisamos de verdadeiros gestores de crise (…) é absolutamente necessário mudar a política econômica e acabar com este capitalismo de Estado”.

    Oligarcas russos estão sendo fortemente sancionados pela União Europeia e pela comunidade internacional, como os Estados Unidos, desde que a Rússia lançou uma ofensiva militar na Ucrânia em 24 de feveriro, que já causou pelo menos 564 mortos e mais de 982 feridos entre a população civil e provocou a fuga de cerca de 4,5 milhões de pessoas.

    O bilionário russo Oleg Deripsaka e o presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante cúpula Rússia-China / Foto: Sasha Mordovets/Getty Images

    Este conteúdo foi criado originalmente em português (pt).

    versão original

    Mais Recentes da CNN