Meta bloqueará acesso de estatais russas na Europa

Outras gigantes digitais, como Google e YouTube, adotaram medidas semelhantes

Logotipo da Meta, controladora do Facebook
Logotipo da Meta, controladora do Facebook Carlos Barria/Reuters (28.out.2021)

Elizabeth Cullifordda Reuters

Ouvir notícia

A Meta Platforms FB.O, controladora do Facebook, restringirá o acesso aos meios de comunicação estatais russos RT e Sputnik em suas plataformas na União Europeia, disse o chefe de assuntos globais da empresa, Nick Clegg, nesta segunda-feira (28).

Clegg disse em um post no Twitter que a empresa de mídia social recebeu pedidos de vários governos e da UE para tomar medidas em relação à mídia estatal russa em suas plataformas. Clegg disse que a Meta continuará trabalhando em estreita colaboração com os governos sobre o assunto.

A atividade da mídia estatal russa nas plataformas de mídia social surgiu como uma questão controversa para as grandes empresas de tecnologia durante a invasão da Ucrânia pela Rússia, que Moscou chama de “operação especial”.

Meta, Google e YouTube tomaram medidas nos últimos dias para restringir a mídia estatal russa de ganhar dinheiro com anúncios em seus sites. O Twitter proibiu o RT e o Sputnik de anunciar em seu site em 2017.

Mais Recentes da CNN